PS defende manutenção do hospital de Cantanhede no Serviço Nacional de Saúde

Foto Luís Carregã

Foto Luís Carregã

O PS de Cantanhede mostrou-se esta terça-feira contra a eventual privatização do Hospital Arcebispo João Crisóstomo e defendeu que a unidade se deve manter no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

“O Estado fez um investimento de milhões de euros na requalificação do edifício e em equipamentos hospitalares, dinamização e introdução de novas valências clínicas e, por isso, é incompreensível querer, o Ministério da Saúde, agora, desfazer-se do Hospital de Cantanhede”, salienta um comunicado dos socialistas.

Os elementos do PS mostram-se preocupados “com a privatização” do Hospital Arcebispo João Crisóstomo, que em 2011 ganhou um prémio nacional de sustentabilidade financeira.

Numa moção entregue na Assembleia Municipal de Cantanhede, a estrutura partidária defende a manutenção de todos os serviços e valências atualmente ao dispor no hospital e a manutenção dos direitos laborais dos cerca de 150 funcionários.

O PS sugere um novo protocolo para os serviços de saúde em Cantanhede, envolvendo as partes interessadas, que defenda os interesses da população e reforce as valências prestadas.

 

Texto Agência Lusa

One Comment

  1. Em que fase se encontra a transição para a Santa Cª da Misericórdia?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*