Ministro Nuno Crato nega intenção de despedir cerca de 50 mil funcionários

Nuno Crato

O ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato, negou que o Governo tenha intenção de despedir entre 30 mil a 50 mil funcionários da área do ensino, tal como proposto no relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI).

“Uma coisa é o relatório do FMI, outra coisa é o que Governo vai fazer”, disse Nuno Crato em Campo Maior quando questionado pelos jornalistas sobre o despedimento de 30 mil a 50 mil funcionários, uma das muitas propostas do FMI para o Governo poupar 4 mil milhões de euros.

“Nós não somos irresponsáveis. Isso não está em causa de forma alguma”, acrescentou.

Texto de agência Lusa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*