Mais de três mil sobreiros abatidos para construir barragem no Vouga

Posted by

sobreiros

O Governo aprovou a declaração de “imprescindível utilidade pública” da obra de implementação do aproveitamento hidroelétrico de Ribeiradio-Ermida, em construção no rio Vouga, que permite o abate de cerca de 3.200 sobreiros.

O despacho dos secretários de Estado da Energia e das Florestas e Desenvolvimento Rural vem publicado hoje no Diário da República, em resposta ao pedido da Greenvouga, a empresa concessionária do empreendimento.

No documento é declarada a “imprescindível utilidade pública” do empreendimento, que viabiliza o abate de 832 sobreiros adultos e 2.350 jovens em cerca de 11 hectares de pequenos núcleos daquela espécie com valor ecológico elevado, na zona abrangida pela obra, entre Sever do Vouga e Oliveira de Frades.

A concessionária, que é detida pela EDP, apresentou uma proposta de medidas compensatórias contemplando a arborização de 15 hectaresde sobreiros noutro local

One Comment

  1. Que atentado tao grande e ninguém mexe um dedo, total para se lucrarem os de sempre… quando chegara a democracia anti-desenvolventista!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.