GNR retira 32 redes de captura de meixão do Mondego

Posted by
DR

DR

O Destacamento de Controlo Costeiro da Figueira da Foz desenvolveu durante dois dias, uma operação em toda a zona de ação, de combate a pesca ilegal de meixão, espécie considerada em perigo e sobre a qual incidem várias medidas de proteção.

No decorrer das operações, e de acordo com um comunicado ontem divulgado, foram removidas e retiradas do rio Mondego na zona da bombagem de Alqueidão, um total de “32 redes mosquiteiras com medidas compreendidas entre os 35 e os 40 metros cada uma” – cada uma com um saco para recolha de meixão -, tendo sido capturados e de devolvidos ao rio “10 quilogramas de meixão”, o que equivale a cerca de 40 mil exemplares”, assim como vários quilogramas de outras espécies.

Versão completa na edição impressa

 

4 Comments

  1. Rosa do Adro says:

    Ao Destacamento de Controlo Costeiro da Figueira da Foz e a todos os seus colaboradores o meu muito obrigada e que Deus vos ajude em coragem e clarividência no combate ao terrorismo e aos terroristas das redes assassinas que destrói todo o peixe do nosso rio. MUITO OBRIGADA QUE DEUS VOS DÊ SAÚDE E ANIMO.

  2. É preciso é apanhar quem vende as redes quem as coloca no rio e quem compra o meixão, as estas pessoas devem ser aplicadas coimas bem pesadas para ver se eles param com esta pesca assassina, as autoridades estão de parabens.

  3. Destacamento de Controlo Costeiro da Figueira da Foz, missão cumprida. Parabéns. Pela lei e pela grei!!

  4. Solução: PRISÃO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.