Empreiteiro acusado de duplo homicídio julgado em Idanha-a-Nova

Posted by
DR

DR

O Tribunal de Idanha-a-Nova começa hoje a julgar o empreiteiro de 62 anos acusado de assassinar a presidente da junta de freguesia de Segura e o marido desta.

O arguido entregou-se com uma caçadeira na manhã de 12 de junho de 2012, no posto da GNR da Zebreira, depois de alegadamente ter disparado sobre Lurdes Sobreiro, de 55 anos, e o marido, José Sobreiro, de 59.

Os crimes terão acontecido no edifício da junta de freguesia de Segura, pelas 10H30.

A autarca foi atingida com um tiro na cabeça, enquanto o marido desta, que estava também na sede da junta, foi alvejado no peito.

José Torres está acusado de dois crimes de homicídio qualificado e desde então aguarda o julgamento em prisão preventiva.

Em causa terão estado desentendimentos entre José Torres e a Lurdes Sobreiro em relação à deposição de entulho de obras em locais indevidos, refere a acusação.

Em setembro de 2011, o alegado homicida já tinha agredido a autarca devido a desavenças relacionadas com uma festa local, relatou José Lopes, presidente da assembleia de freguesia de Segura e cunhado das vítimas.

Na altura, José Torres provocou ferimentos ligeiros a Lurdes Sobreiro, ao atingi-la na cara com um livro de atas.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*