Donos de lar ilegal encerrado em Anadia acusam Segurança Social de perseguição

 

Os proprietários do lar ilegal encerrado hoje, pela segunda vez, em Anadia, alegam terem feito vários pedidos para legalizar a situação, sempre recusados pela Segurança Social, que acusam de “perseguição”.

O lar, que funcionava numa residência localizada na freguesia de Amoreira da Gândara, acolhia nove idosos – dois homens e sete mulheres – com idades entre os 70 e 92 anos.

Versão atualizada e detalhada na edição de amanhã (8 de fevereiro de 2013)

One Comment

  1. Henrique Costa says:

    É evidente que eles dizem tudo e mais alguma coisa mas… quem é que nunca viu neste país um pequeno funcionário público inchar-se de prepotência e estragar sistematicamente a vida a quem quer fazer algo? A acusação de Paulo Júlio pelo Ministério Público é um bom exemplo…. Neste caso não sei… talvez…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*