Diário de Torres do Mondego – “Gostaríamos que os autocarros dos SMTUC fossem à zona dos Palheiros”

Posted by
Foto Luís Carregã

Foto Luís Carregã

No inquérito online, que decorre na página da internet da junta, os transportes estão no topo das maiores carências da freguesia. Concorda?

Concordo, em parte. Pois considero que a principal prioridade é o saneamento na freguesia. É preciso completar a rede na zona norte – Dianteiro, Cova do Ouro e Casal Lobo – e na margem esquerda – Carvalhosas, Palheiros e Zorro. É o que falta neste momento para que toda a freguesia fique coberta com o saneamento. Temos ainda uma dúzia de casas em Vale de Canas, mas que está dependente da obra da 2.ª fase da ligação entre Casal e Vale de Canas. A sua realização está dependente da câmara.

É a vossa maior dor de cabeça?

Temos outras. Para além do saneamento, é a rede viária. Nos arruamentos internos, temos vindo a efetuar intervenções com as verbas que obtemos através das transferências que são feitas para a junta. A recuperação dos arruamentos dos lugares da freguesia tem sido uma das nossas prioridades. As grandes obras prendem-se com a ligação do Casal a Vale de Canas. Uma outra obra passa pela construção da Circular Externa do Casal da Misarela. Esta via permitiria resolver o problema sentido naquele lugar onde passa apenas uma viatura ligeira entre a parte norte e a EN 110, obrigando o outro carro a recuar. Quanto a pesados, está interdita a sua passagem.

O que pretendem fazer?

A nossa intenção é avançar este ano, sozinhos ou em parceria com a câmara, com o estudo para a construção de uma via alternativa a este estrangulamento. A melhor opção é a circular que permitiria o trânsito do Casal Novo em direção à EN110 (estrada antiga de Penacova).

De que distância estamos a falar?

Ronda os 700 metros, mas que farão toda a diferença. Neste momento, e porque percebemos que o dinheiro não abunda, a nossa intenção era apenas começar a realizar as obras de abertura da via.

Versão completa na edição impressa

 

One Comment

  1. Até tem razão 🙂 Os SMTUC só fazem o que querem, ainda que precisem dos utentes para poderem existir mas … há sempre um mas 🙁

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.