Conselho de Educação está contra agregação de 22 escolas do município da Lousã

Posted by

12 LUIS ANTUNES 01 GMMO Conselho Municipal de Educação da Lousã (CMEL) manifestou-se contra a agregação das 22 escolas do concelho, afirmando que uma eventual reorganização da rede escolar “só faz sentido” com a nova escola básica integrada em funcionamento.

Num documento divulgado sexta-feira, o CMEL afirma que o novo edifício, ainda em construção, “obrigará a uma reorganização da rede escolar e promoverá a mobilidade dos alunos” e expressa a sua “total discordância” com a decisão.

O órgão de coordenação local da política educativa, a que preside o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes, recorda que “os pareceres desfavoráveis” à agregação “não foram tidos em consideração aquando da decisão” do Ministério da Educação e Ciência.

 

Ver versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.