Uma outra forma de olhar o museu Machado de Castro

Foto Luís Carregã

Foto Luís Carregã

Desde ontem que o Museu Nacional Machado de Castro (MNMC) tem à disposição uma maquete do Fórum Romano de Aeminium, acessível a pessoas com deficiência visual.

A cerimónia de inauguração realizou-se precisamente no Dia Mundial do Braille, um ano depois de, naquele mesmo espaço, ter sido apresentada uma maquete do criptopórtico romano de Aeminium.

No entanto, a construção desta estrutura (produzida por Carlos Santos, técnico superior do museu) representou um desafio maior, na medida em que, ao contrário do criptopórtico, que existe (e faz parte do circuito do museu), no caso do fórum, toda a maquete foi construída tendo por base apenas os estudos que foram sendo desenvolvidos.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.