Quadros da ARSC e HUC reformados com mais de 3.500 euros

Posted by

10 REFORMADOS

São 58 os funcionários dos Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC) e da Administração Regional de Saúde de Coimbra (ARS Centro) que viram aprovados os seus pedidos de aposentação nos dois últimos meses, de acordo com os avisos publicados pela Caixa Geral de Aposentações no Diário da República (7 de dezembro de 2012 e 8 de janeiro de 2013).
Mais de metade são profissionais da área da saúde, cujo processo tramita através da Administração Regional de Saúde do Centro (ARS Centro). São, ao todo, 32 novos aposentados que saem com pensões de reforma entre os 404 euros, de uma assistente operacional, e os 5.017 euros atribuídos a uma médica, com a categoria de assistente graduada, pela sua carreira profissional.

4 Comments

  1. Henrique Costa says:

    Como se pode ver, o relatório do FMI pôs mesmo o dedo na ferida!

  2. Sim, é verdade. No entanto há que fazer a tal distinção. Há oos que saem com 404 euros e os que saem com 5017 euros. E nisto é que geralmente o governo falha. Porque eles estão no topo e no deles não querem cortes.

  3. Guilherme Paulo says:

    Apenas chamo a atenção que quem tem uma reforma de 5000 Euros descontou para esse valor. Se agora não querem dar esse valor de reforma estão tem também que devolver esses descontos correspondentes. Parece-me justo!

  4. Henrique Costa says:

    Oh Gulhierme Paulo, basta umas pequenas contas para ver que quem se reformou agora com 5000 euros vai consumir tudo o que descontou em cerca de 6 a 7 anos! Essas pessoas, antes do euro ganhavam 300 contos, 1.500 euros e como descontavam para a Caixa de aposentações, descontavam 7% disso, 105 euros!!!! Agora recebem 5000!!!! É MUITO injusto!!!!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*