Prisão efetiva para seis dos 30 arguidos em caso de tráfico de droga internacional apreendida em Castelo Branco

Posted by

11 drogaO Tribunal de Castelo Branco absolveu hoje três arguidos e condenou a prisão efetiva outros seis, de um total de 30 julgados, num processo de tráfico internacional com ‘correios de droga’.

O caso incluiu a maior apreensão de droga sintética LSD em Portugal, feita em novembro de 2011, em Castelo Branco, colocada em 30 mil selos para colar na pele, avaliados em 150 mil euros.

Um dos supostos líderes da rede de tráfico, Domingos Oliveira, 34 anos, não foi julgado porque continua em parte incerta, tendo sido emitidos mandados de detenção europeus pelo crime de tráfico de droga agravado.

O irmão, Paulo Oliveira, 39 anos, também apontado como líder da organização, foi condenado pelo mesmo crime e recebeu a pena mais pesada, de 10 anos de prisão.

Entre outros aspetos, o coletivo de juízes deu como provado que obteria “elevados proveitos económicos” da atividade ilícita.

 

(Texto: Agência Lusa)

One Comment

  1. Quando os jornalistas começarem a pesquisar antes de incutir ideias erradas, eu atiro foguetes! Lá por se chamarem "selos" aos papelinhos onde o lsd é colocado, não quer dizer que sejam para colar, muito menos na pele! Qualquer dia andam aí as mães preocupadas por acharem que as tatuagens que os putos colam na pele são droga. Hahahah!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*