Opinião – O turismo em Coimbra

Posted by

Helder_rodrigues

Hélder Rodrigues

Coimbra, uma das 70 cidades inteligentes da Europa

1. Coimbra e o turismo moderno

O turismo nas últimas décadas evoluiu duma forma surpreendente não só no número de turistas mas na sua diversificação e complexidade. Coimbra tem todas as condições naturais para ser uma cidade turística por excelência a nível europeu. Mas não pode viver só do seu passado, da sua cultura e da sua monumentalidade. O turismo moderno transformou-se num negócio apetecível, numa imensa fonte de receitas e profissionalizou-se. Os turistas procuram cultura, saúde e bem estar, negócios, gastronomia, compras, diversão, experiências sociais, e desporto. Embora não procurem tudo isso ao mesmo tempo, os turistas modernos são mais exigentes e estão dispostos a pagar por isso. Coimbra tem todas as condições para responder a esse desafio, mas tem de estar ao nível dos mais capazes e dos mais argutos.

2. Percorri a cidade ao encontro das pessoas

Coimbra tem que ter um turismo competitivo e definir a sua estratégia. Mas antes de falarmos em estratégias falemos nas pessoas. Tal como um general analisa as suas tropas antes da batalha. Temos que saber quais as capacidades, as motivações e o grau de adesão que podemos esperar das pessoas que temos. Para darem o seu melhor! Fui para a rua. Percorri a cidade ao encontro das pessoas. Procurei saber como estão a reagir ao desperdício insólito do enorme fluxo de turistas que passam por Coimbra a correr. Uma verdadeira “galinha dos ovos de ouro”! E vi muitos casos de sucesso!

3. Vejo muita gente a construir o futuro da cidade

Vi, responsáveis de hotéis que vão buscar os turistas aos países de origem e os levam a conhecer Portugal a partir da sua estadia de alguns dias em Coimbra, beneficiando da sua centralidade no país. Estive em Hotéis dinâmicos ( como o D.Inês, D.Luis, Vila Galé) virados para o turismo moderno e de qualidade, com bons serviços aos clientes. Estive em cafés com animação cultural assinalável (como o Santa Cruz, o Salão Brasil, a Galeria de Santa Clara e a Brasileira). Falei com empresários jovens a investir em espaços abandonados (como o Be Coimbra e o Hostel da Sé Velha). Vi novos guias turísticos ilustrados sobre Coimbra (lançados pelo Turismo de Coimbra e pelas Ed. Caminhos Romanos) de grande qualidade.

Visitei o Jardim Botânico e fui informado da intenção de colocar, esse maravilhoso Jardim, nas rotas turísticas nacionais e internacionais. Assisti à reabertura do Museu Machado de Castro, agora um dos espaços museologicos maiores e mais importantes do país. Li a notícia da internacionalização do CHUC na área do Turismo da Saúde, ajudando a criar riqueza para Coimbra e Região. Assisti na CMC à apresentação da 1.ª Revisão do PDM que procura aproximar a cidade de Coimbra do seu Rio Mondego. Estive no Congresso APAVT onde se destacou a importância de Coimbra no desenvolvimento do Turismo da Região Centro. Estive na sessão de apresentação pública do projecto SmartCoimbra que procura unir Câmara -Ensino Superior- Empresas e apelando à colaboração dos talentos de todos e de cada um, ao serviço da cidade.

4. Coimbra vai ganhar o desafio do turismo

Numa cidade de talentos como Coimbra, vejo muita gente a construir o seu futuro. Não precisa de grandes recursos financeiros, mas aproveita o que existe de forma inteligente. A criatividade, a partilha de conhecimentos, a inter ajuda. Gente que coloca, acima dos interesses individuais, interesses muito mais importantes; os da cidade que os acolhe e a que legitimamente chamam sua.

O futuro do turismo em Coimbra começa-se a construir. De forma serena mas determinada. Tal como as pessoas, é nas grandes crises que se conhecem as grandes cidades. Coimbra vai ganhar o desafio!

One Comment

  1. Que bom seria que Coimbra se reconhecesse! Dos seus tempos aureos de comércio, de muitas gentes, de sonhos e motivações, vê-se reduzida à paisagem bocólica do velho Choupal e às margens de um Mondego adormecido. Lentamente esvai-se o coração da cidade, da "Baixa" cada vez mais deserta, onde as ruas com história de tantas vidas, vêem as portas fechadas ao mofo e ao esquecimento. Coimbra precisa de renascer, com alma e singularidade! Que bela cidade, tão mal aproveitada….

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*