Opinião – Esta Coimbra dos afectos: Santo António dos Olivais

Posted by

Helder_rodriguesHélder Rodrigues

1. Junta de Freguesia de Santo António dos Olivais. Era sábado à tarde. Um dia cinzento, frio e chuvoso. Três boas razões para ficar em casa. Mas a amizade vence barreiras. Rumei à Igreja de Santo António dos Olivais. Organizada pela Junta de Freguesia dos Olivais, liderada pelo seu dinâmico Presidente Francisco Andrade, ia decorrer uma Homenagem a Santo António.

A Junta de Freguesia de Santo António dos Olivais, uma das mais populosas do País, tem desenvolvido uma actividade notável junto da população. Para alem dos famosos cabazes de Natal, das palestras e convívios sobre o envelhecimento e tempos livres, a Junta de Freguesia mantém activos cerca de 500 idosos através de actividades variadas (hidroginastica, ioga, chi-kung, canto coral e musica) que os alegra e faz viver. Por todas as razões a Junta de Freguesia de Santo António dos Olivais, é um exemplo da intervenção activa da autarquia junto da sua população. Que magnifico exemplo de apoio aos mais carenciados!

2. O Coro dos Antigos Orfeonistas da UC

Quando cheguei, a Igreja estava apinhada de gente dos mais diferentes estratos sociais; autarcas, políticos, agentes culturais e povo, muito povo, muita gente anónima. A gente simples é de uma gratidão que não tem limites. Estava ali porque gostava de estar, a homenagear o seu Santo predilecto. No altar mor o Coro dos Antigos Orfeonistas da UC ensaiava sob a batuta do seu Maestro Virgílio Caseiro. Uma personalidade que muito tem feito pela cultura musical em Coimbra. Dirigia com eficácia e simpatia o seu “exercito” de Orfeonistas. Um Orfeon que há mais de um século têm levado a toda a parte o nome da sua Universidade e a magia de ser “estudante de Coimbra”.

Lá estavam o António Neves, o Xico e o Vítor Brito, o Manuel Rebanda, o Daniel Campos, o José António Cabral, o António Crespo e tantos outros. Mais tarde dariam o seu Concerto, cantando como eles tão bem sabem, em honra do santo padroeiro. Um santo que como eles também foi antigo estudante de Coimbra!

Que vibração no vasto espaço. Que emoções nas centenas de pessoas que os escutaram. Que magnifico exemplo de solidariedade, a nível da cidadania!

3. Santo António; antigo estudante de Coimbra

Pelo meio a sentida Homenagem a Santo António através das palavras e das imagens. Nasceu em Lisboa, filho de família abastada. Escolheu Coimbra para desenvolver os seus estudos no Mosteiro de Santa Cruz. Encantado com a cidade aqui encontrou a sua vocação religiosa definitiva recolhendo-se durante anos na Capela de Santo Antão nos Olivais. E dai mudando o seu nome (que era Fernando) para António. Foi em Coimbra que recebeu a sua formação. Os desígnios da vida levaram-no a Itália onde desenvolveu obras notáveis, nomeadamente a de pioneiro na defesa dos Direitos Humanos dos desprotegidos (presos, prostitutas, marginalizados). Que magnifico exemplo de amor ao próximo!

A Junta de Freguesia dos Olivais, transporta consigo uma mensagem que não se cansa de espalhar por todo o lado. Sonha que esta Coimbra consiga um dia reconhecer a história daqueles que nela viveram e por ela lutaram. A ligação de Santo António a Coimbra tem que passar a ser referenciada no turismo religioso internacional, nomeadamente agora que Coimbra é candidata a Património Mundial da Humanidade.

4. Esta Coimbra dos afectos

Quando chegou o fim do dia o sábado estava negro, frio e chuvoso, lá fora. Mas depois de tantos amigos revisitados, de tantos exemplos nobres de amor, amizade, solidariedade realçados, o coração estava mais tranquilo, apaziguado e quente. São valores imutáveis no tempo. Não se vendem, nem se compram mas fazem-nos crescer e ser felizes.

Uma situação normal, nesta Coimbra dos afectos!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*