Homem que se atirou ao rio Mondego foi resgatado no sábado à noite

Posted by
DR

DR

O corpo de um homem com cerca de 60 anos desaparecido desde sexta-feira no rio Mondego, zona de Tábua, foi localizado e retirado ao início da noite de sábado, disse à agência Lusa uma fonte da GNR.

O cadáver foi descoberto, às 18H20, por elementos dos Bombeiros Sapadores de Coimbra, quando um cão (que integrava um dos três binómios cinotécnicos da GNR que participaram nas buscas) já tinha sinalizado o local.

“Um dos nossos cães já tinha dado sinal” da presença do corpo naquela zona, acrescentou a fonte da GNR, indicando que o cadáver foi depois levado para o Instituto Nacional de Medicina Legal, em Coimbra.

Uma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Coimbra disse que o cadáver foi retirado das águas, cerca das 18H40, por mergulhadores da GNR.

Participaram nas buscas, no rio e nas margens, interrompidas na sexta-feira ao fim do dia e retomadas hoje de manhã, mergulhadores da GNR, dos Bombeiros Sapadores de Coimbra, Voluntários de Viseu e de Penacova, apoiados por quatro botes, entre outros meios de socorro.

O alerta do desaparecimento foi dado pela GNR, na tarde de sexta-feira, quando algumas pessoas disseram ter avistado o homem a atirar-se de uma ponte sobre o Mondego.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.