Bispo de Coimbra critica “ausência de cultura de paz”

Posted by
Foto Carlos Jorge Monteiro

Foto Carlos Jorge Monteiro

O bispo de Coimbra, D. Virgílio Antunes, referiu ontem que “os grandes dramas” vividos pela nossa sociedade resultam da “ausência de cultura de paz”.

Ao intervir na Missa de Ano Novo, que se realizou na Sé Nova, o prelado lembrou que esta situação conduz à “pobreza e fome; agressões à vida humana nascente, doente e idosa; divisões familiares e violência doméstica; insegurança, uso da força e roubo e às mais variadas desordens sociais”.

Isto leva a que, na opinião do bispo, toda a humanidade seja “vítima de si mesma e da sua incapacidade de construir uma paz duradoira, pois não pode haver uma parte que esteja bem quando outra está mal, uma vez que o ser humano foi feito para viver em paz, pessoalmente e na comunidade”.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*