Banda Desenhada – Vingança em Oxford

Posted by

B&M Juramento NetComo vem sendo hábito, o final do ano viu chegar às livrarias mais um álbum, o 21º, da série “Blake e Mortimer”, que a Asa editou em Portugal quase em simultâneo com a edição no mercado francófono. Quinto álbum assinado pela dupla Yves Sente e André Juillard, “O Juramento dos Cinco Lords” traz de volta os heróis mais “british” da BD franco-belga, para mais uma aventura, desta vez tendo como cenário a universidade de Oxford.

Tendo como modelo a fase áurea de Jacobs, entre os álbuns “A Marca Amarela” e “S.O.S. Meteoros”, a série prossegue a evolução na continuidade, alternando os álbuns escritos por Yves Sente, com os de Jean Van Hamme. Embora respeitando escrupulosamente o “caderno de encargos”, Sente não deixa ainda assim de apresentar algumas novidades neste álbum, como a mudança de cenário, trocando os cenários exóticos pela britânica cidade de Oxford, a ausência de Olrik, o eterno inimigo da dupla de aventureiros, ou o desenvolvimento de aspectos menos conhecidos do passado de Francis Blake, tal como tinha feito com Mortimer em “Os Sarcófagos do 6º Continente”.

Desta vez, ficamos a conhecer os primeiros tempos do Capitão Blake nos Serviços secretos ingleses e a sua participação involuntária na morte de T. E. Lawrence, o mítico Lawrence da Arábia. E é precisamente a memória de Lawrence da Arábia que marca toda esta história de vingança que se abate sobre um grupo de cinco antigos alunos de Oxford. Uma história escorreita e bem contada, onde estão completamente ausentes os elementos fantásticos e de ficção científica, por isso, mais próxima dos policiais à inglesa de Agatha Christie, do que das histórias clássicas de Jacobs.

Uma mudança agradável, que confirma Sente e Juillard como os mais sólidos continuadores da série, mesmo que o talento gráfico de Juillard brilhe muito mais quando não tem que imitar Jacobs (algo que não é tão fácil como parece, que o digam os vários desenhadores com quem Van Hamme já trabalhou na série) e se limita a ser ele próprio.

A continuação das aventuras de Blake e Mortimer, após a morte de Jacobs foi ditada por razões meramente comerciais. Mas a verdade é que a aposta deu certo e mesmo os álbuns de Jacobs vendem mais agora do que quando ele era vivo. É um negócio em que todos ganham: o editor, os autores, que vendem bem mais do que com as suas séries habituais e os leitores, que têm a oportunidade de reencontrar os seus heróis favoritos. E, enquanto as aventuras de Blake e Mortimer pós-Jacobs, tiverem a qualidade média deste “Juramento dos Cinco Lords”, não sou eu que me vou queixar…

(“Blake & Mortimer: O Juramento dos Cinco Lords”, de Yves Sente e André Juillard, Edições Asa, 64 pags, 14,50 €)

 

 

 

João Miguel Lameiras

http://porumpunhadodeimagens.blogspot.com/

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*