Autarcas validam nova Região de Coimbra

Posted by

09 CIM - BM

A nova Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra é um importante desafio e uma oportunidade para contrariar o crescente efeito polarizador do Porto e de Lisboa. A afirmação é de Barbosa de Melo, presidente da Câmara de Coimbra, na primeira reunião alargada entre representantes de todos os 19 municípios que integram a nova entidade político-administrativa.

“Se não nos unirmos, qualquer dia, não teremos sequer uma região Centro, esvaziada que é pelo constante alargamento das áreas de influência dessas metrópoles”, sublinhou o autarca de Coimbra, que aproveitou para deixar um alerta: “Não podemos ignorar os riscos deste processo, sobretudo a nível da sua governação”.

A reunião envolveu representantes das Comunidades Intermunicipais (CIM) do Baixo Mondego e do Pinhal Interior Norte e serviu para validar a constituição da nova CIM. Esta vai englobar 19 municípios, para um território com cerca de 460 mil habitantes, a mais populosa comunidade da região Centro.

Versão completa na edição impressa

 

One Comment

  1. Henrique Costa says:

    Eu concordo com ele em absoluto quando diz que estamos a assistir a uma forte bipolarização do país em Lisboa e Porto mas… o que é que ele (Barbosa de Melo) fez para tal contrariar? Por exemplo, para mim, as bocas do Ministro da Saúde sobre o Pediátrico não foram um desabafo, foram antes um sinal de que a maior riqueza de Coimbra, a saúde, vai ser fortemente atacada. Fforças de Lisboa querem justificar um novo mega hospital em Lisboa… O fecho dos Covões já está a criar constrangimentos no trabalho de várias áreas criando artificialmente um excesso de médicos, visto não haver salas para tantos operarem. O QUE É QUE BARBOSA DE MELO FEZ SOBRE ISSO????

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*