Polos de Turismo acusam as grandes regiões de Turismo de “desígnios expansionistas”

Posted by

turismo

O apoio expresso por cinco entidades de turismo – onde se inclui o Centro de Portugal – à proposta reestruturação dos organismos está a dividir o setor.  Esse apoio foi repudiado por outras seis estruturas que não se consideram representadas no diploma legal.

O apoio ao projeto-lei do Governo foi, no dia 18, manifestado num comunicado conjunto subscrito pelos representantes das entidades regionais de turismo (ERT) do Centro, Porto e Norte, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve. Uma decisão tomada depois de uma reunião que as restantes entidades consideram ser “uma profunda quebra de solidariedade entre as 11 ERTs”.

A reunião entre as cinco regiões deixou de fora as congéneres da Serra da Estrela, Leiria-Fátima, Oeste, Douro, Litoral Alentejano e Alqueva,  que, num comunicado conjunto, alegam não reconhecer ao primeiro grupo “legitimidade” para representarem as ERT.

Uma atitude que atribuem a “desígnios expansionistas que ofendem os territórios que nos cabe defender”. No documento as seis ERT consideram que é uma tentativa de “travar uma discussão pública [do projeto-lei] “ e a aprovação de um documento “ mais participado, mais equilibrado, mais adaptado às legítimas necessidades de reforçar a coesão nacional e redução das assimetrias regionais”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.