Opinião – Saber quanto custa

Posted by

João Vaz

O país precisa de mudar de vida se quer prosperar. Significa isto renovar a consciência coletiva, distinguir o essencial do acessório, gastar bem o dinheiro público.

As instituições do Estado, especialmente as locais, devem fazer aquilo que o Ministro da Saúde, Paulo Macedo, preconiza: divulgação dos custos associados aos tratamentos hospitalares, a diferença entre o que se paga (taxas) e o que recebe (serviços cobertos pelos impostos). É sabido que “povo” desvaloriza o que é gratuito, raramente aceita que os “impostos” e o “Estado” são um recurso escasso.

Neste âmbito, a Câmara Municipal ainda não consegue transmitir aos munícipes os reais custos da gestão da cidade. Alguém tem ideia quanto custa a manutenção dos espaços verdes, piscinas, biblioteca, museu… etc.? E os custos do vandalismo, sinais de trânsito roubados, semáforos partidos, ecopontos incendiados, quantos nos custa a “maldade de algum povo” que pensa que só tem direitos? Devíamos saber, mas não sabemos, para já.

3 Comments

  1. Não sabe transmitir os custos porque quanto menos se fizer nos gabinetes melhor.
    E quanto custa sustentar uma cambada de malandros ?

  2. GASTAR BEM O DINHEIRO PUBLICO É GASTAR MILHOES EM ARVORES DE NATAL,quando o País está em austeridade.
    Deixem de mandar papaias

  3. Não merecem que se façam comentarios

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*