Gradeamento fatídico continua por arranjar junto ao IPDJ

Posted by

Foto Luís Carregã

Cinco dias depois, o muro junto ao IPDJ continua sem o tubo do gradeamento – situação que terá provocado a queda para a morte do bibliotecário cego José Guerra, na passada sexta-feira. A câmara municipal diz que está a preparar uma solução.

No local, recorde-se, foi colocada uma fita plástica, pela PSP, na sequência do trágico acidente. Entretanto, no início desta semana, responsáveis de várias entidades (ACAPO, seguradoras…) ali compareceram.

Ao DIÁRIO AS BEIRAS, o vereador responsável pelas obras admitiu que, logo após a “libertação” do espaço, pelas entidades policiais, os serviços camarários encaram uma intervenção de curto prazo. “Será sempre uma solução de caráter provisório, no sentido de que não se volte a repetir aquela situação”, explicou Paulo Leitão, sublinhando que pretende que aconteça “o mais rápido possível”.

Versão completa na edição impressa

2 Comments

  1. Isacoimbra says:

    Depois de casa roubada trancas na porta, ou seja, depois de um cidadão, por sinal invisual, ter perdido a vida em queda fatal, a Câmara de Coimbra lá se vai resolver fazer o arranjo do muro a título provisório segundo dizem os "competentes" autarcas. Quantas mais pessoas terão de perder a vida para que este ditoso Município de Coimbra vá fazendo alguma coisa? Continua-se a verificar o desinteresse total desta câmara quer para com os cidadãos, quer para com os pequenos e médios empresários lojistas, também eles cidadãos da cidade. Veja-se o estado a que a nossa Baixa está a chegar. E que faz a edilidade? NADA!!! Por quanto tempo vamos continuar a "gramar" uma autarquia que trabalha na base do deixa cair e depois logo se vê…???

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.