Governo analisa futura comparticipação de fármacos para deixar de fumar

Posted by

cigarrillo-fumar2O Ministério da Saúde está a estudar a comparticipação dos medicamentos para ajudar a deixar de fumar, ao mesmo tempo que vai avançar com legislação para impedir os novos restaurantes e cafés de terem espaços para fumadores. Em entrevista à Lusa, o secretário de Estado Adjunto do Ministro da Saúde, Leal da Costa, considerou que é necessário “criar condições” para que os fumadores que querem deixar de fumar o façam.

A Autoridade do Medicamentos (Infarmed) e a Direção Geral da Saúde estão, por isso, a analisar o potencial terapêutico dos vários medicamentos para cessação tabágica, que pode justificar, ou não, uma comparticipação estatal.

 

Ver versão completa na edição impressa

2 Comments

  1. Acho bem. Mas, será só o tabaco? E quanto aos tóxico-dependentes? Quanto é que os contribuintes pagam para sustentar os custos deste flagelo? E quanto aos alcoólicos, que são cada vez mais entre as camadas jovens da população? Que novas medidas tem o Governo para controlar estes problemas?

  2. Os fumadores são agora os culpados de tudo e mais alguma coisa e constituiram-se no alvo predilecto de extremistas intolerantes e moralistas, e entre eles, muitos foram fumadores inveterados de 2 e mais maços por dia, hoje nojenta e hipócritamente convertidos em fundamentalistas radicais, outros há que não fumando, têm vícios por demais inconfessáveis que escondem por trás das públicas virtudes que lhes são enganosamente reconhecidas. Cambada de hipócritas. Não sou contra as medidas anti-tabágicas e, sem querer justificar um mal com outro mal, apostaria anos de vida em como muitos pais e mães que hoje choram os filhos que a droga lhes levou preferiam que eles tivessem sido fumadores compulsivos. Mas da droga ninguém fala, não interessa, trata-se de um mal menor ou por certo de uma gigantesca negociata com interesses profundos em todos os quadrantes da sociedade a começar pelo topo.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*