Euro2020 vai ser disputado em cidades de vários países

Posted by

O Comité Executivo da UEFA aprovou hoje a organização do Campeonato da Europa de 2020 em cidades de vários países, anunciou o secretário-geral do organismo, Gianni Infantino.

“Um Euro para a Europa. O Euro2020 vai ser disputado em diferentes cidades da Europa. A resposta foi extremamente positiva por parte de todas as associações nacionais”, explicou Infantino, confirmando a aprovação da ideia avançada pelo presidente da UEFA, Michel Platini, durante a reunião do Comité Executivo da UEFA, realizada em Kiev, em junho.

Esta manhã (dia 6), o presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) manifestou o apoio a esta hipótese.

“Encaro essa opção como uma experiência que pode ser muito interessante sob vários pontos de vista e que seria uma forma invulgar e arrojada de comemorar os 60 anos de Campeonatos da Europa”, afirmou Fernando Gomes, em declarações à agência Lusa.

Questionado pela Lusa, o presidente da FPF não excluiu uma candidatura de Portugal a acolher jogos do Euro2020, mas prefere aguardar por uma decisão sobre a competição para assumir uma “posição definitiva”.

“Obviamente que consideramos essa hipótese, não só porque seria mais uma forma de aproveitar as infraestruturas que foram criadas para o Euro2004, mas também porque é amplamente reconhecida a nossa capacidade organizadora em termos de recursos humanos qualificados. Mas vamos aguardar pela decisão e pela apresentação dos moldes concretos do projeto, nomeadamente no que diz respeito à questão dos eventuais investimentos a nível financeiro, antes de nos comprometermos com uma posição definitiva”, concluiu Fernando Gomes.

O projeto mereceu apenas a oposição da Turquia, que tinha manifestado a intenção de se candidatar à organização da competição, mas também aos Jogos Olímpicos do mesmo ano, em Istambul.

Também na “corrida” pela organização estavam o Azerbaijão e a Geórgia, numa organização conjunta das duas antigas repúblicas soviéticas, e o projeto tripartido de República da Irlanda, Escócia e País de Gales.

Na última sexta-feira, o secretário-geral da FIFA disse que, a título pessoal, não percebia o conceito deste Euro itinerante.

“Ela destrói o espírito da competição”, frisou Jérôme Valcke, numa mensagem enviada a Platini, a partir de São Paulo.

Autor: Agência Lusa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*