Demissão da diretora regional adjunta vai ser investigada pela Inspeção Geral de Educação

Posted by

04 DREC LC

Os factos que alegadamente motivaram o pedido de demissão da diretora regional adjunta de Educação do Centro, Maria do Céu Castelo-Branco, vão ser investigados pela Inspeção Geral de Educação e Ciência (IGEC), revelou o Ministério da Educação.

Os “elementos apresentados” por Maria do Céu Castelo-Branco ao ministro da Educação e Ciência “foram remetidos” à IGEC “a fim de serem averiguados”, disse à agência Lusa uma fonte do gabinete de Nuno Crato.

A queixa da dirigente demissionária, militante do CDS, pondo em causa a atuação da diretora da Direção Regional de Educação do Centro (DREC), Cristina Oliveira, afeta ao PSD, foi enviada à Inspeção Geral de Educação e Ciência “por determinação do senhor secretário de Estado do Ensino e da Administração Escolar”, João Casanova de Almeida.

“A própria diretora regional de Educação do Centro solicitou, durante a tarde de hoje, o mesmo procedimento”, adiantou o assessor do Ministério da Educação, Marco Silva, numa nota enviada à Lusa.

Maria do Céu Castelo-Branco assumiu ter apresentado a Nuno Crato, há duas semanas, a sua renúncia ao cargo, acusando a principal responsável DREC, Cristina Oliveira, de “continuados atropelos aos princípios da legalidade”.

A diretora regional adjunta demissionária disse que se encontra de baixa médica e que aguarda “uma resposta do senhor ministro” da Educação e Ciência ao pedido de demissão.

“Na base da decisão, estão continuados atropelos aos princípios da legalidade, da transparência e da lealdade institucional por parte da diretora regional, designadamente omissão de procedimentos e de tomadas de decisão no âmbito administrativo, saneamento partidário na escolha de presidentes da comissão administrativa provisória dos novos agrupamentos, opções na gestão do parque automóvel da DREC, que não respeitam o interesse do erário público, e o desfecho do processo de inquérito sobre as agregações no concelho de Aveiro”, acusa, num e-mail enviado à Lusa.

Cristina Oliveira optou por “não prestar qualquer declaração” à Lusa sobre o assunto.

“Não me merece sequer comentário”, disse a diretora regional, remetendo eventuais esclarecimentos para o gabinete do ministro da Educação e Ciência.

3 Comments

  1. Zé Povinho says:

    Zangam-se as COMADRES, descobrem-se as VERDADES. Todos já percebemos que se não estávamos bem com o governo anterior, agora estamos pior. A crise é mesmo paga pelo "Zé Povinho" porque os diretores deste (des)governo nem na frota automóvel fazem economias. Depois deparamo-nos com as notícias de FOME nas escolas que nem a "Choné" da Jonet consegue encobrir com os seus comentários vergonhosos.

  2. Estou totalmente solidária com subdiretora Drª Maria do Céu Castelo-Branco.

  3. Estou solidária com a diretora regional adjunta

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*