Coimbra reconhece responsabilidade social na área da deficiência

O presidente da Câmara de Coimbra alertou ontem (segunda-feira) a para a necessidade de assegurar a dignidade das pessoas com deficiência, sobretudo em tempos de crise.

“Nestas fases de aperto tende-se a cortar onde há menos protesto e nem sempre se corta onde se deve cortar. O dever de qualquer cidade é garantir nenhum dos seus fique para trás”, advertiu João Paulo Barbosa de Melo.

O autarca reconheceu, no entanto, que em Coimbra existe “uma força fantástica naqueles que se mobilizam para que as pessoas com deficiência tenham dignidade e voz”. Esta é, aliás, “uma tarefa coletiva”, na medida em que “uma cidade é feita de todos quantos nela vivem”.

 

Ver versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*