Águas de Portugal tenta “fintar” oposição do Centro Litoral a tarifa única e fusões no setor

Posted by

A Águas de Portugal (AdP) está a tentar ignorar a oposição ativa de Coimbra – e de todos os demais municípios que integram a Águas do Mondego (AdM), incluindo Leiria – à intenção política de unificar tarifas e agregar todos os sistemas multimunicipais de água e esgotos.

Em causa, um documento a que a agência Lusa teve ontem acesso e que dá como adquirida a fusão de todos os sistemas multimunicipais de abastecimento de água e tratamento de esgotos em quatro empresas, criando tarifas únicas para cada um dos novos sistemas.

Como é público, a AdP tem vindo a percorrer o país para tentar convencer os autarcas. Há cerca de um mês, em Coimbra, a reação dos municípios da AdM foi unanimemente negativa – em linha, aliás, com a oposição ativa já demonstrada pela Águas de Coimbra.

Versão completa na edição impressa

7 Comments

  1. O grupo ADP é um grupo que deveria ser um exemplo a seguir pelos municipios que tentam transmitir que que errado, essas tarifas terão que ser ajustadas para que exista igualdade a nivel nacional, mais uma vez a poltica através de membros que a representam dificultam e tentam passar a mensagem de que é mau, pois a realidade é contrária o País tem que ter reformas que serão úteis para todos os cidadãos no futuro, esses municipios que se deixem de interesses próprios e deveriam pensar nos interesses da sua população, afinal quase todos eles são a vergonha do Estado que o País atravessa.

    Hélder Santos

    • Henrique Costa says:

      Um comentário destes não merece resposta mas para as pessoas mais incautas que o lerem aqui fica o aviso, olhem para o património das Águas de Portugal, a imensidão de administradores e as suas regalias e depois digam de vossa justiça se acham que as tarifas têm alguma coisa de "interesse da população" As Águas de Coimbra não têm prejuizo com as tarifas que cobram. Não há necessidade de as aumentar! Igualdade nacional uma ova, quando a houver nas outras infraestruturas e investimento, ai sim pode-se reconsiderar!

      • Cidadão do interior says:

        Também acho!!!! O litoral que começe a pagar 10 x mais de eletricidade, pois é gerada nos concelhos do Interior!! Porque é que existe tarifa única para a eletricidade???? IGUALDADE NACIONAL UMA OVA…
        É só para o que vos interessa…

    • Joao Ernesto says:

      O que se pretende é criar um monopolio para depois privatizar e alguns chulos gamarem o que é de todos…

    • Este grupo ADP e os autarcas que «compraram» os seus serviços de fornecimento deviam era ser investigados pelas autoridades. Aliás o governo nem devia dar autonomia ou poder aos orgãos municipais para «negociarem» este tipo de recursos e bem essencial. Sabe-se lá que regalias pessoais e empresarias são trocadas em interesses particulares que fintam os cidadãos municipes

  2. O grupo ADP devia era ser investigado pelas autoridades para aferir a legitimidade que tem para se por com tentativas de «negociatas» com as autarquias acerca dum recurso que é de todos e é simultaneamente um bem essencial para a vida das pessoas. As «camorras» da electricidade, combustiveis, gás começaram assim… discretamente. Por acaso gostava de saber o que este grupo usa como argumentação comercial para convencer os presidentes de camara visto que o negócio é dos maus.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*