Adjunto de vereadora confundido com membro do Governo na reabertura do Machado de Castro

Posted by

Foto Luís Carregã

Os manifestantes, presentes à entrada do Museu Nacional Machado de Castro, confundiram esta tarde o adjunto da vereadora da Câmara de Coimbra Maria João Castelo Branco, quando este entrava, com a autarca, nas instalações, perseguindo-o até à porta do Museu.

A polícia, presente no local com bastantes elementos, interveio no sentido de travar o avanço dos manifestantes até à porta do Museu, mas sem que se registassem incidentes, embora tenha identificado um estudante, por, alegadamente, desrespeitar um agente policial.

O secretário de Estado entrou no Museu pelas 18H00, passando por entre os manifestantes, mas sem que estes o identificassem.

Para a sessão de hoje chegou a ser anunciada a presença do primeiro-ministro, mas, por “motivos de agenda”, Pedro Passos Coelho não pode deslocar-se a Coimbra, conforme comunicou, no final da semana passada, à direção do MNMC, disse uma fonte do gabinete de comunicação do Museu.

6 Comments

  1. Henrique Costa says:

    As bandeiras da CGTP mostram bem quem está por trás disto. Estas manifestações há muito que deixaram de ser um victória da liberdade de expressão para passarem a ser uma tentativa de imposição de uma minoria de extrema esquerda sobre a maioria social-democrata!!! É a sociedade e não o governo que tem de começar a fazer algo contra estes turras dos tempos modernos!!!

  2. Ficou todo vaidoso

  3. Maria João Castelo Branco vai deixar brevemente as suas funções de vereadora

  4. Será ísto uma noticia importante

  5. Esta vereadora devia de ter vergonha de estar a desempenhar um cargo para o qual não foi eleita pelo povo

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*