Secretário de Estado Paulo Júlio preside ao aniversário dos bombeiros voluntários da Figueira da Foz

Posted by

“No momento em que no país só se ouve associações de bombeiros a queixarem-se de falta de recursos e sem dinheiro, a Figueira da Foz é um oásis no meio desta situação”, afirmou Lídio Lopes.

O presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz (BFFF), que falou com o DIÁRIO AS BEIRAS à margem do magusto realizado sábado pela corporação, acrescentou que a primeira fase da obra de recuperação do quartel está concluída.

“Não contámos com a ajuda da câmara, nem do Estado. Apesar do investimento (100 mil euros), temos uma saudável situação financeira. Espero, no entanto, que as entidades que connosco se comprometeram cumpram”, referiu Lídio Lopes.

Versão completa na edição impressa

One Comment

  1. joao soares says:

    Na certa lidio lopes deve ter contribuído através da scml com muitas marmitas(lancheiras)cachecóis e bonés e vario material didáctico que levou da santa casa da misericórdia de Lisboa que pertencia a uma creche(necessidades)e que este senhor fez o favor de levar do armazém em Benfica como prova da sua posição naquela instituição,sendo assim devem ter poupado algum dinheiro e ficarem numa situação mais desafogada……

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*