Providência cautelar contra extinção de freguesias na Figueira da Foz

Posted by

Seis presidentes de junta do concelho apresentam hoje, ao início da tarde, uma providência cautelar no Tribunal Administrativo de Coimbra que pede a impugnação da Assembleia Municipal da Figueira da Foz (AMFF) do dia 8 de outubro.

Lembre-se que foi naquela sessão que o PSD, o Movimento Figueira 100% e os presidentes independentes das juntas de S. Pedro e Lavos anunciaram uma proposta conjunta para a reorganização administrativa.

Porém, aquele ponto foi suspenso, tendo sido retomado no dia 12 seguinte, apesar da oposição das restantes bancadas.

Os subscritores da providência cautelar recorrem, agora, à justiça para tentarem travar a eficácia da proposta aprovada na segunda sessão da AMFF que resultou na extinção de quatro freguesias – S. Julião, Santana, Brenha e Borda do Campo.

Versão completa na edição impressa

2 Comments

  1. Antonio lopes says:

    Nao e oProblema dos utentes problema e dos presidentes que ficam sem os tachos ea sua cumitiv

    Antonio lopes

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.