Polícia Judiciária liberta um dos dois suspeitos de alvejar quatro militares da GNR

Posted by

A Polícia Judiciária libertou um dos dois suspeitos de terem alvejado e ferido quatro militares da GNR durante a última noite em Idanha-a-Nova e continua a ouvir o outro detido, disse fonte policial à agência Lusa.

A polícia remeteu explicações sobre esta decisão para mais tarde.

Os disparos aconteceram depois de os suspeitos, intervenientes numa colisão entre dois automóveis, se recusarem a fazer o teste de alcoolemia.

O interrogatório ao suspeito que continua detido está a decorrer no posto territorial da GNR de Idanha-a-Nova.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.