Maioria PSD/CDS-PP chumbou moção de censura à Câmara de Aveiro

Posted by

A Assembleia Municipal de Aveiro chumbou, na noite de quarta-feira, uma moção de censura à Câmara (PSD/CDS-PP) apresentada pelo PS, com os votos contra dos dois partidos que suportam a coligação e os votos a favor da oposição.

A moção dos socialistas censurava o facto de os compromissos eleitorais e os planos e orçamentos apresentados e aprovados pelo executivo liderado por Élio Maia terem sido, segundo o PS, “um exercício de manifesto retrocesso no desenvolvimento da comunidade” aveirense.

O líder da bancada do PS na Assembleia Municipal, Gonçalo Fonseca, responsabilizou o PSD e o CDS-PP pelo “pior ciclo político” da história de Aveiro, acusando a autarquia de, nos últimos sete anos, ter vendido as águas “a preço de saldo” e oferecido os transportes públicos e a maioria da empresa PDA.

O deputado municipal socialista criticou ainda o executivo liderado por Élio Maia por ter destruído um complexo de piscinas e ter atrasado a construção do novo parque escolar, não esquecendo ainda que, durante este período, foram admitidos na Câmara 48 novos funcionários.

 

(Texto: Agência Lusa)

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.