Hotéis esperam que nevão salve a época alta na Serra da Estrela

Posted by

A neve que começou a cair é mais desejada que nunca pelos hotéis da Serra da Estrela para escaparem a uma previsível queda de ocupação em dezembro, época alta na região.

Luís Veiga, administrador da rede Natura, com equipamentos na Covilhã e Guarda, queixa-se de perder metade dos clientes em relação a 2011 – só o hotel termo-lúdico H2otel escapa à razia, refere.

Para além da quebra de rendimento das famílias, Luís Veiga culpa os “custos de contexto”, nomeadamente as portagens, que travam os planos de muitos visitantes de Lisboa, Porto e Espanha de se deslocarem à Serra da Estrela.

Como exemplo, refere que a única unidade do grupo que está lotada para a passagem de ano é a mais cara: o hotel termo-lúdico H2otel tem um programa de três dias a 609 euros por pessoa.

Nos restantes hotéis, com pacotes de dois dias a cerca de 300 euros por pessoa, “há ainda muitas vagas”, refere Luís Veiga.

Em plena Serra da Estrela, já coberta de neve desde a última noite, as perspetivas apontam para lotação esgotada ou quase, tal como em anos anteriores, refere Rui Abrantes, responsável comercial pelo grupo Turistrela.

Nas unidades da Turistrela há pacotes de passagem de ano a partir de 710 euros por quarto duplo no Hotel dos Carqueijais e a partir de 820, também por quarto duplo, no Hotel Serra da Estrela.

Quem preferir ficar num chalé de montanha, tem o mesmo programa a partir de 990 euros (por chalé).

A conjuntura “afeta todos os setores”, mas Ricardo Abrantes acredita que “o fim de ano na Serra da Estrela continua a ser um ex-libris” no panorama nacional.

Em Seia, no Hotel Eurosol, o diretor Miguel Camelo disse à Lusa que com a queda de neve as expetativas para o negócio “são boas”.

Para este fim de semana e para o próximo a lotação da unidade hoteleira está a rondar os 50 por cento, admitindo que com a queda de neve a procura possa aumentar “porque, cada vez mais, as reservas são feitas em cima da hora”.

Com neve “há garantidamente mais pessoas” a procurar alojamento na região, “vamos ver é se as estradas não ficam interrompidas todo o fim de semana e se os clientes não regressam a casa insatisfeitos”, refere.

Para a passagem de ano, os programas variam entre os 356 e 476 euros por quarto duplo, para duas e quatro noites de estadia.

No Hotel Eurosol Gouveia a neve também abre boas perspetivas: a diretora Claúdia Brito disse à Lusa que para este fim de semana a unidade hoteleira “está com a lotação a 70 por cento”, esperando “ainda hoje alguns telefonemas” com marcação de estadia.

“Como nevou na Serra da Estrela, o telefone já começou a tocar, e verifica-se alguma procura”, contou.

Para o próximo fim de semana, o hotel já se encontra com a capacidade esgotada, devido a reservas feitas antecipadamente: “A neve acaba por ser o grande chamariz da Serra da Estrela”, observou.

Neste hotel, 2013 pode ser recebido com programas que variam entre 140 e 226 euros por pessoa, para duas e quatro noites, respetivamente.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.