Academia Portuguesa de História premiou livro sobre Montemor-o-Velho

O livro “A questão portuária em torno de Montemor-o-Velho: estudo de Arqueologia”, de Marco Penajoia, publicado pela Câmara de Montemor-o-Velho, foi distinguido pela Academia Portuguesa de História, com o Prémio Prof. Doutor Pedro da Cunha e Serra 2012.

Luís Leal elogiou ontem, durante a reunião ordinária da Câmara de Montemor-o-Velho, o trabalho desenvolvido por Marco Penajoia, que resulta da sua dissertação de mestrado em Arqueologia, pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

O presidente da autarquia montemorense referiu o livro dá um enorme contributo para a coleção municipal Memória e Identidade. “É o terceiro prémio que é recebido nesta coleção que a Câmara de Montemor é a autora”, disse Luís Leal, acrescentando que estará presente no dia 5 de dezembro, no Palácio dos Liláses, em Lisboa, para a entrega do prémio.

A obra “vem demonstrar a importância da navegabilidade outrora existente no rio Mondego e inserir Montemor-o-Velho numa dinâmica demográfica e económica”. Sendo para isso determinante o papel do concelho que foi “fulcral para a ligação do litoral com a cidade de Coimbra e regiões do interior, atribuindo-lhe um posicionamento estratégico para a comunicação intra e extra regional”, lê-se na síntese do livro.

 

Ver versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.