Projeto Tedx Coimbra é para continuar “enquanto existir o prazer de trabalhar em conjunto”

Posted by

Emoções, muitas e de diversa natureza, percorreram sábado o espaço do Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV) e contagiaram todos os que participaram em mais uma edição do TEDx Coimbra.

Da emoção da música, nova e preciosa, que os Campânula Herminii fazem, até aos diferentes estratos de emoção atingidos pelas intervenções de José Manuel Pureza – “a comoção tem de ser, sempre, o ponto de partida e o impulso para a política”. Se assim não for, como se tem visto, é o “cinismo” que vence –, ou de Manuel Antunes – a vida como oportunidade nova, quando a ciência ajuda a vencer a morte –, estas testemunhadas pela reportagem do DIÁRIO AS BEIRAS.

Para Frederico Dinis, responsável pela organização do TEDx Coimbra, esta edição, que se concretizou em mais um “sucesso”, resultou de um ano de trabalho “em que a equipa – feita com 20 voluntários – deu tudo para conseguirmos ter o que tivemos neste dia”. Porque, como adiantou o responsável “aquilo que é importante para nós é que as pessoas fiquem o dia todo, estejam connosco e foi exatamente isso que aconteceu” no sábado.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*