Pais contestam encerramento de escola em Telhadela

Posted by

 

A Confederação Nacional Independente de Pais e Encarregados de Educação (CNIPE) juntou-se na quinta-feira ao protesto de um grupo de pais contra o encerramento da escola básca de Telhadela, Albergaria-a-Velha.

Segundo a CNIPE, os pais estão indignados pela decisão, tanto mais que Telhadela é a aldeia com mais habitantes do concelho de Albergaria-a-Velha e em ano nenhum teve um número de de alunos inferior ao exigido por lei.

“Apesar de injusto ainda se poderia aceitar caso os alunos fossem transferidos para uma escola com melhores condições físicas e pedagógicas, mas tal não se verifica”, refere a CNIPE.

De acordo com os representantes dos pais, a EB1 de Telhadela tem uma área de recreio superior, um espaço coberto para o inverno e condições para servir as refeições no recinto, “ao contrário da escola proposta para acolhimento (Escola do Campo), em que as 43 crianças terão que atravessar duas estradas para irem almoçar”.

A decisão, segundo a CNIPE, irá causar a toda a população um grande transtorno, até porque não é assegurado transporte às crianças de Telhadela, ao contrário dos alunos de outros lugares, porque a escola proposta dista a menos de três quilómetros.

Já no final de maio os pais dos alunos da escola do 1.º ciclo de Telhadela, que dizem não se conformar haviam fechado a escola a cadeado, quando foi conhecida a decisão da Câmara de Albergaria-a-Velha de não abrir no próximo ano letivo, com base num parecer do Conselho Municipal de Educação, que contestam.

Com vista ao esclarecimento da posição da Câmara de Albergaria-a-Velha, a Lusa tentou contactar quer com o presidente, quer com o vereador responsável pela Educação, não o conseguindo em tempo útil.

 

(Texto: Agência Lusa)

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>