“Mário Esteves quer dar má imagem da cidade”, acusa João Ataíde

Posted by

O presidente da câmara desferiu ontem fortes críticas ao empresário de restauração Mário Esteves.

Num tom enfático, João Ataíde acusou: “é lamentável. Já estamos habituados. É cíclico. Nos períodos de festa e no verão, o sr. Mário Esteves quer dar má imagem da Figueira da Foz. Lamento que isto aconteça, porque isto dá um sentido de guerrilha permanente. Ninguém sai bem desta situação”.

“Sempre dei apoio ao sr. Mário Esteves, sempre que o solicitou”, acrescentou o presidente, que respondia a Daniel Santos, na reunião de câmara.

Versão completa na edição impressa

15 Comments

  1. O senhor Mário Esteves está a ser realista, enquanto que o senhor Presidente não, pois se andar a pé pelas ruas da Figueira da Foz facilmente constata que está tudo ás moscas e não é só a dita restauração, tenho saudades do tempo do senhor Santana Lopes.

    • Está tudo às moscas,mas deve ser da m***da que o Santana deixou! Começando pelo o oasis das ratazanas. Uma praia com tantas condições de ser bem explorada e em vez de umas piscinas municipais de água do mar, gastaram uma fortuna em tretas! Destroem Jardins, obras de vira o disco e toca o mesmo no mercado. "Dá Deus nozes a quem não tem dentes" é o ditado que se aplica à Figueira.

    • "tenho saudades do tempo do senhor Santana Lopes. " – Pode começar então por pagar as dívidas que ele deixou.

      Fazer obra e não a pagar não é nem nunca pode ser a solução.

  2. O Esteves é um paraquedista que caiu na Figueira. Quando a Camara era PSD ele era PSD a camara é PS ele é PS. Ele é da cor que lhe agrada e vira casacas

  3. José Guardado says:

    Típico da Figueira: estado de guerra (ou guerrilha) permanente. Há muitos (e grandes) egos à solta em permanência!

  4. José Guardado says:

    Por falar em "paraquedista", o sr. Santana Lopes o que foi para a Figueira? Ancorado na mais completa demagogia, rodeado de "manderetes" e "santanetes", veio refazer a sua carreira política à custa da Figueira e depois "voou" para de onde nunca saíra. Colocou a Figueira no mapa político do país, dizem os seus defensores! E reforçam dizendo que "fez obra". Verdadeiramente, digam-me que obra? Aparecer na TV?Satisfazer o "ego" duns quantos com inaugurações ridículas? Pois, e quem a teve/tem que pagar? Quantos anos vai custar a sua demagogia populista?

  5. rui gomes says:

    Eu concordo com algumas opiniões descitas, mas uma coisa é certa e só figueirenses cegos e que não querem ver, é que não veem o que se passa na cidade, se não fosse a praia era uma cidade fantasma, emprego viram no, vontade em desenvolver e atrair empresas para a zona industrial é útopia, estaleiros em ruinas, a camara é o que se sabe, quando é que esta cidade se torna atractiva com pessoas competentes e viradas para o desenvolivimento da mesma?. Não tenho filiação política mas que o sr. Santana fez alguma coisa por muita polémica que tenha havido é verdade.Ao passo que este executivo meus deus.

  6. anónimo says:

    O "busilis" da questão não é o sr Mário Esteves, nem o sr. presidente, o cancer da Figueira, do seu imobilismo é a incompetência da FGT (Figueira Grande Turismo) e aqui entram os dois, ora referidos, bem como outros amnésicos críticos como Daniel Santos, Lídio Lopes, Miguel Almeida e outros da ideologia santanista que deram origem a tão monstruosa, oportunista e sempre deficitária Empresa Municipal, que nunca deveria ter nascido e que há muito deveria ter encerrado. A FGT olha para o seu ego, não para o interesse da Figueira e dos seus empresários. E Mário Esteves, embora não concorde muito com ele, não deve ser acusado de paraquedista, investiu, trabalhou, tem direito à sua opinião. O que aconteceu, nas festas joaninas, era previsível, a FGT falhou!

  7. bairro novo says:

    Sr. Rui Gomes " só figueirenses cegos e que não querem ver…" então responda, pode ser a si próprio, quem retirou e, mais tarde,foi obrigado a devolver a zona industrial à entidade proprietária da mesma? A quem serviu a construção do "Óasis"? Por acaso sabe, que ainda se deve milhares de contos por parte de alguém que nunca pagou pela sua exploração? A quem serviu a construção do Abrigo da Montanha, que se encontra (?) encerrado? Sabe quanto custou a sua reconstrução, com o dinheiro dos nossos impostos? Sabe que aquando da sua inauguração, pelo facto da obra não estar acabada, se teve de pagar pela instalação de uma tenda com respectivo banquete? Sabe que a Piscina Praia não está acabada? Sabe a razão pela qual a piscina do Ginásio nunca foi construída e que faz uma falta enorme à população figueirense? Por que perdemos o futebol de praia? Sabe quanto se gastou nos foguetes santanistas? Sabe a razão porque se licenciaram tantas grandes superfícies comerciais? sabe dos preços exorbitantes pedidos por m2 na zona industrial?

  8. Qualquer dia ainda vamos ter o Esteves a concorrer a Presidente da Camara. Só falta ver o Partido que ele vai escolher mas vai ser complicado a escolha ele normalmente é dos Partidos todos..

  9. Paraquedista says:

    Aparece aqui cada cromo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  10. Aparece aqui cada cromo? Você deve ser um que defende os Esteves pq deve andar lá no restaurante dele a mamar a conta. O mal da Figueira é estes paraquedistas que lá caem que nada tem a var com a Figueira. Ele não passa de um oportunista que só se cola a quem está no puder.

  11. O problema da Figueira é estar cheia de emproados doutores instantaneos (tipo Sócrates e Miguel Relvas). Os que não conseguiram é que ficaram pior, a universidade fechou!

  12. Mas o Esteves chegou andar na Universidade?

  13. A universidade do Esteves devia ter sido o trabalho e a bajulação desses "doutores" que sendo da Figueira só prestam para se exibirem atrás dos presidentes e dizerem mal uns dos outros, PS ,PSD? Enquanto andarem nesse caminho nunca irão a lado nenhum, mas infelizmente a cultura da inveja e da "cosquice" está enraizada por estas bandas!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.