“Figuras do Mosteiro” em escultura e fotografia

Posted by

 

O dia voltou a ser de festa, ontem, em Santa Clara-a-Velha. No Dia da Cidade, o mosteiro medieval da margem esquerda do Mondego, profundamente ligado a Isabel de Aragão, a Rainha Santa que Coimbra celebra, abriu-se à cidade com um programa que incluiu a apresentação de uma peçaCristo Jacente – recentemente restaurada e a integrar agora a exposição permanente e ainda a inauguração da exposição “Figuras do Mosteiro”.

Ainda antes da apresentação da peça de escultura policroma portuguesa do século XVI  ao público, o grupo de especialistas diretamente envolvido nos trabalhos de restauro que decorreram ao longo dos últimos três anos esclareceu todo o delicado e complexo processo.

Destacado por todos – Artur Côrte-Real (coordenador de Santa Clara-a-Velha), Júlia Fonseca (conservadora), João Coroado (Instituto Politécnico de Tomar), Ana Alcoforado (diretora do Museu Nacional Machado de Castro), Celeste Amaro (delegada regional de Cultura do Centro) –, o trabalho em rede entre as diversas entidades envolvidas foi fundamental para concretizar a tarefa. Mesmo porque, como Celeste Amaro fez depois questão de sublinhar, sobretudo em tempos como os que se vivem, o cuidar do património só em rede é possível.

Admirada a extraordinária peça  que pertenceu na sua origem a Santa Clara-a-Velha e passou depois a integrar o espólio riquíssimo do Museu Nacional Machado de Castro, foi altura de inaugurar uma exposição que promete marcar os próximos meses (até final de setembro) no sítio medieval.

Resultado de uma residência artística de seis meses da escultora Dora Tracana naquele que é hoje um dos mais emblemáticos lugares patrimoniais e culturais da cidade, a exposição “Figuras do Mosteiro” – desvendada em escultura, fotografia (Artur Côrte-Real) e vídeo (Gonçalo Barros e Hugo Barreto) – tem tudo para levar a Santa Clara-a-Velha todos os que ainda não conhecem e para fazer regressar aqueles que já por lá passaram.

A I Feira de Artigos do Estabelecimento Prisional de Coimbra, de que há a destacar as encadernações, decorreu ontem ainda, numa primeira das muitas edições que se espera venham a acontecer.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>