Fernando Ruas garante que não se candidata a outra autarquia

Posted by

O presidente da Câmara de Viseu, Fernando Ruas, afirmou esta quarta-feira que nas próximas eleições não se candidatará a outra autarquia, nem será segundo na lista do seu concelho de forma a contornar a lei de limitação de mandatos.

Durante uma reunião com os presidentes das juntas de freguesia do concelho, Fernando Ruas (PSD) assegurou que, apesar de a lei o impedir de ser candidato à presidência da Câmara de Viseu nas próximas autárquicas, depois poderá dar-lhe vontade de “voltar outra vez à liça”.

Em declarações aos jornalistas no final da reunião, esclareceu que, se voltar a ser autarca, será só no final dos quatro anos de “castigo” impostos pela lei da limitação de mandatos.

O também líder da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), que está à frente da Câmara de Viseu desde 1989, disse não fazer parte das suas pretensões outra câmara, porque se iria sentir “incomodadíssimo” no gabinete que lhe fosse destinado.

“Havia de pensar assim: porque é que estou aqui e não estou em Viseu? Foi por tornar Viseu duas vezes a melhor cidade para viver? Porque é que eu posso estar aqui a concorrer, numa terra que até me diz menos e não posso estar na minha?”, afirmou, assegurando que nunca ninguém o verá numa situação destas.

Por outro lado, Fernando Ruas também não pretende candidatar-se na segunda posição da lista à Câmara de Viseu para se manter no executivo, ainda que, apesar de “algumas indefinições da lei”, haja quem defenda que essa situação é legal.

“Nunca me sujeitaria a uma coisa dessas. Não tinha problema em ser segundo, mas ser segundo por castigo, isso é que não”, sublinhou.

Ainda que continue a discordar da lei de limitação de mandatos, o autarca do PSD garantiu que já a assimilou.

“Discordo da legislação, não tenho outro remédio senão aceitá-la. Mas depois dos quatro anos logo verei se estou em condições, se continuo com este gosto pelas autarquias ou se fiquei cheio para sempre”, referiu.

Fernando Ruas disse que não quer é ficar limitado e que, por isso, não dirá: “penalizaram-me quatro anos e agora quero ficar penalizado para sempre”.

Na sua opinião, isso seria “a mesma coisa que alguém ser condenado a quatro anos de prisão e pedir prisão perpétua”.

Caso nas próximas autárquicas não estivesse impedido pela limitação de mandatos, Fernando Ruas “muito provavelmente seria candidato” à presidência da Câmara de Viseu.

“Sempre disse que sou um homem do poder local. Tenho uma apreciação que sempre fiz ao longo destes anos, a curva de aceitação dos viseenses, que foi sempre ascendente”, acrescentou.

FacebookTwitterGoogle+LinkedInEmailPartilhar

One Comment

  1. Abílio Ferreira says:

    Fernando Ruas é o Presidente da Câmara. No Brasil se diz é o cara. Dificilmente encontrarão um substituto à altura dele. Viseu se tornou uma das cidades mais bonitas do país. É uma pena que para certas pessoas a lei seja injusta. Para esse concerteza que é. Parabéns presidente, esta é minha sincera homenagem. Pode ter a certeza que em Viseu muita gente vai ficar triste com sua saída, para não dizer quase todos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>