Hospital privado foi inaugurado em Coimbra (com vídeo)

Posted by

“Este hospital é um projeto para todos”, sublinhou o diretor da IdealMed, primeiro grande hospital privado de Coimbra, ontem inagurado.

José Alexandre Cunha acrescentou que, “consciente das dificuldades do país, criámos condições de democratização da prestação dos cuidados de saúde”, o que passa por acordos com subsistemas e seguros de saúde, mas também por uma espécie de cartão de associado.

Por isso, afirmou que “compete à gestão desta unidade hospitalar organizar formas de pagamento dos serviços”, mostrando-se desde já disponível para integrar o programa SIGIC, para recuperação das listas de espera em cirurgia.

Por seu lado, a disponibilidade permanente das urgências, 24 horas, bem como a maternidade, com dois blocos de partos e uma Unidade de Cuidados de Neonatologia, foi destacada pelo diretor clínico, Carlos Robalo Cordeiro.

O médico, que se tem vindo a distinguir pelo seu trabalho em pneumologia, sublinhou ainda a importância de um auditório existente na instituição, com 130 lugares, destinado à formação e investigação, e que ontem recebeu o nome de Vilaça Ramos.

Mais informação na edição impressa do DIÁRIO AS BEIRAS de 17 de maio de 2012

FacebookTwitterGoogle+LinkedInEmailPartilhar

13 Comments

  1. Silva Santos says:

    “Este hospital é um projeto para todos”

    É para rir ! Só pode !

  2. António Marques says:

    Um investimento de 40 milhões de euros na nossa cidade, 500 postos de trabalho criados e como não podia deixar de ser o comentáriozinho da treta já apareceu…

    • Silva Santos says:

      Ó MArques:
      Os 40 milhões e os 500 postos de trabalho fazem falta mas EM PRODUÇÃO REAL, industria, pesca, agricultura, etc, etc – e não em sectores onde o que se pretende, MAIS UMA VEZ , E SÓ, é sacar ao zé pagode e privá-lo de um Sistema de Saúde que já existe. Abre a pestana ratazana. Onde é que há mercado para este "hospital" sem ser à custa do desmantelamento do actual SNS?

      • Cada um gasta o seu dinheiro onde quer e como quer. Porque não investes tu?
        O SNS já começou a ser desmantelado pelo partido que o criou. Lembras-te?
        Encerramento de hospitais do interior, maternidades em que as mães tinham que ir ter os seus filhos a Espanha,….Assim, estão os grandes entupidos de gente necessitada.
        Quem se preocupou com isso além dos próprios utentes? Sua ratazana com Alzheimer.
        Além disso, só para lá vai quem quer. Se não estás bem, vai até Paris, ok?

  3. Ricardo Silva says:

    Com certeza que não é coincidencia o facto de este "hospital" abrir nesta altura de crise e com a futura lei que será aprovada pelo governo a nivel da utilizaçao mais intensiva dos serviços privados a nivel do sns.. Nao ha coincidencias. Ninguem apostaria num hospital desta dimensao sem certezas de viabilidade financeira e numa altura em que os seguros de saude estao a cair à bruta, o facto de o hospital abrir é por existirem informaçoes a nível governamental de futura grande utilizaçao pelos utentes do SNS. Nao ha coincidencias. (ah e estao a fechar os covoes.. deve ser porque coimbra necessita com grande urgencia outro hospital…)

  4. Manuel Aguiar says:

    Aja mais iniciativas destas em todos os setores. Coimbra precisa de movimento.O pecimismo acabou já com tanto posto de trabalho, deixem vir este. É de aplaudir que com tanta crise ainda apareça quem queira investir.Critiquem os que não querem arranjar postos de trabalho e tirem o chapeu a quem o merece

    • Silva Santos says:

      O que Coimbra precisa é de menos analfabetos como tu camarada. Nem escrever sabes. O teu "pecimismo" é de bradar ao céus! Ninguém tem nada contra investimento, desde que não seja investimento parasita. Mas há basbaques para quem tudo o que luz é ouro! Ou muito me engano , ou este "este investimento" quem o está apagar directamente sou eu…

      • E tu, donde és? Se calhar és paraquedista nascido atrás do sol posto? Por favor, não ofendas quem não teve as mesmas oportunidades na vida como tu.

  5. Iluminado says:

    Em vez de fazerem comentários típicos de esquerda, deviam era ir trabalhar e produzir qualquer coisa. Podem inventar as teorias que quiserem, mas o que é facto é que existe alguém a apostar no nosso país, ao invés daqueles que andam a fugir e que simplesmente esquecem o que Portugal já lhes deu. Não sejam mesquinhos e fiquem contentes porque é com iniciativas destas que saímos do buraco em que estamos…

  6. Está bem está says:

    Investimento é sempre louvável, criar, evoluir, aprender…mas não se enganem, os tais 500 postos de trabalho criados são fictícios visto que muitos profissionais de saúde já trabalham noutras instituições da cidade e simplesmente vão acumulando funções. Não sei se por sua conta de horas de trabalho ou descontando horas dentro dos seus empregos estatais pelos quais todos nós temos o direito universal ao seu acesso, e todos pagamos. Não se enganem, nada é dado à ninguém, caminhamos sem dúvida para um sistema capitalista nos acessos aos cuidados de saúde.

  7. Carlos Portugal says:

    O Sr. Silva Santos é o típico papagaio que fala um pouco de tudo sem ter a certeza de nada. São pessoas assim que fazem com que nos sintamos cada vez mais pequeninos. Senhor Silva Santos, para bem de todos nós, seria bom que emigrasse.

  8. FERREIRA LOPES says:

    Não é muitissimo estranho este (desgoverno) fechar as urgências do hospital dos Covões e namesma altura abrir em Coimbra um hopital privado. Eu não acredito em bru-chas mas que as hà.É um facto. Estes mafiosos já conseguiram destruir a justiça a edu-
    cação a saude a economia aliaz destruiram num ano o que foi feito em 38 anos mas são muito perfeitos na proteção aos ladrões de bancos.

  9. António Marques says:

    Ó Santos, não vás ao médico não…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>