Da mega discoteca abortada na Sereia à moda das tendas (com vídeo)

Posted by

 

Há um punhado de anos, dois ou três aventureiros arriscaram “desafiar” o negócio das noites do parque e montaram uma “mega discoteca” no campo de Santa Cruz. Na altura, porém, a polémica não potenciou o efeito propaganda e a tenda gigante, precocemente encerrada, transformou-se numa mega barraca.

A coisa abortou mas a ideia haveria de vingar. Hoje, na Queima das Fitas, não há parque sem barracas. Mas, como diz o outro, os estudantes têm o dinheiro que os pais têm e, como os pais vivem em crise, o negócio de comes e bebes já teve melhores dias.

Na noite de terça-feira, as tendas do parque demoraram a ficar compostas de clientes. Mesmo com a baixa de preços que já começa a notar-se (de início, havia beberragens de nomes insólitos a preços de uísque velho em bares seletos…), as primeiras aproximações foram mais para fazer monte do que para emborcar.

Em lugar de destaque, a tenda preta alberga uma das marcas mais inventivas do negócio das bebidas espirituosas – o Licor Beirão . Lá dentro, de boina e barba crescida, um tipo conhecido da televisão põe música e logo provoca um ajuntamento de capas e batinas.

À frente daquela espécie de cabina, há quem dance e há quem simule bigodes em buço de fêmea; há quem mire e há quem ponha as mãos onde não deve… e há, sobretudo, quem faça pose para os fotógrafos que hão-de preencher a outra metade desta página.

A tenda da marca lousanense não é só o patrocinador desta página. É, garantidamente, o espaço âncora da festa.

Todas as fotos desta noite estão disponíveis no facebook do jornal.

One Comment

  1. Gonçalo says:

    É pena as músicas serem sempre as mesmas, há anos…As tendas podiam ser diversificadas em vez de ser tudo musica comercial.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>