Unidade de Saúde da Guarda reage a críticas de deputado socialista

Posted by

O conselho de administração (CA) da Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda desvalorizou hoje, 09 de março, as críticas do deputado do PS António Serrano à nomeação do marido da presidente da unidade como auditor interno daquele organismo.

“Só o desconhecimento da lei, a má fé ou a vontade de criar um caso político pode levar a proferir tais declarações, distorcendo os factos”, afirma o CA em comunicado.

O caso foi hoje despoletado pelo deputado socialista António Serrano, que considerou “um verdadeiro escândalo” a nomeação por Ana Manso, presidente do conselho de administração da ULS da Guarda, do marido como auditor interno daquele organismo.

4 Comments

  1. Mário Moura says:

    Estou de acordo com a demissão do referido auditor, só foi pena que essa decisão fosse resultante da atitude de denuncia da sua escolha. Bem haja o PS que despoletou a critica da referida nomeação. Mário Moura

  2. vitor lopes says:

    o estado em que se encontra o país deve-se a este e a outros compadrios que existe nesta parasitagem toda,mas faço votos que apareça rapidamente um produto para matar parasitas rastejantes como estes que se assemelham com as baratas talvez algo parecido com o "RAID"mas muito mais potente

  3. Haja vergonha. Então a senhora nomeia o marido "de mansinho" e como foi descoberta demite-o e fica tudo na mesma?
    Então eu amanhã vou roubar e se for descoberto devolvo o dinheiro e está tudo bem, pode ser?
    ESTA SENHORA DEVIA SER DEMITIDA JÁ!
    Será que o governo anda a dormir?

  4. criticador says:

    A saude em Portugal é uma vergonha, principalmente no Hospital de Guimarães, que deixam as pessoas morrer nos corredores da urgencia.
    Onde se amite uma senhora de 81anos com falta de oxigenio desde as 10:30h da noite ate ás 5:00h da manha, sem ter atendimento medico.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*