Segurança Social “retarda” altas hospitalares de idosos

DR

Uma maior demora na resposta da Segurança Social aos casos de internamentos por motivos sociais obriga a um acréscimo de dias dos doentes nos hospitais. Em Coimbra, fonte do CHUCCentro Hospitalar e Universitário admite que as situações mais complexas são as dos idosos sem família ou sem condições de acolhimento.

Em declarações à Lusa, uma fonte dos CHUC refere que a maioria dos casos detetados são idosos que vivem sozinhos e sem familiares com condições para os acolher. “Nesses casos, o ingresso em lar, comparticipado pela Segurança Social, é muito difícil e alguns ficam internados demasiado tempo”, lamenta a fonte.

Noutro hospital, a coordenadora do Serviço Social admite tratar-se de “situações em que o apoio domiciliário (prestado por instituições da comunidade) se revela insuficiente face às necessidades de suporte social dos utentes” ou em que os doentes e os familiares não têm meios para suportar a mensalidade de um lar.

Versão completa na edição impressa

One Comment

  1. Passei recentemente por uma situação muito complicada com um familiar indirecto idoso e sozinho a quem me propus ajudar. Já que não era minha obrigação mas sim boa vontade, pensava que teria alguma compreensão e auxilio (pelo menos aconselhamento) por parte de médicos, enfermeiros, assistente social… mas não. A AssSocial diz q não pode fazer nada e dá-me uma lista de lares para eu contactar, os enfermeiros pressionam para que o doente seja retirado sem demora e os médicos dão alta quando o doente está a piorar a olhos vistos. Arranja-se a solução possivel atendendo às condicionantes de tempo e financeiras e quando o doente volta ao hospital dentro de poucos dias, são pródigos e até indelicados nas criticas à solução que se arranjou (quando em nada contrinuiram para uma solução melhor ou diferente). Depois admiram-se haver pessoas que abandonam os familiares no hospital. Se estes Srs e Sras descessem um bocadinho dos seus pedestais e tratassem os familiares com mais respeito e humanidade, se calhar todos ficavam a ganhar. PCM Figueira da Foz

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*