Julgamento de ex-administradores da Águas de Coimbra adiado para setembro

Posted by

Foto Carlos Jorge Monteiro

O julgamento de quatro antigos administradores e de dois ex-diretores da Águas de Coimbra foi hoje (dia 6) adiado para 19 de setembro, por ter sido detetada a falta de notificação àquela empresa municipal sobre o pedido cível.

No início do julgamento no tribunal de Coimbra, foi constatado que a empresa municipal Águas de Coimbra (AC) não tinha sido notificada sobre o pedido cível por danos apresentado por dois diretores destituídos pelos arguidos.

Dias Pacheco e João Santos Seco, demandantes no processo, reclamam por perdas de remunerações ao longo dos anos um montante global de cerca de 155 mil euros.

Os arguidos são acusados, pelo Ministério Público, e pronunciados, pelo Tribunal de Instrução Criminal (TIC), pela autoria de perto de duas dezenas e meia de crimes de abuso de poder no exercício de funções.

Informação completa na edição de quarta-feira, dia 7, do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*