Hortas solidárias “fintam” a crise em Antanhol

Posted by

Foto Carlos Jorge Monteiro

Na Quinta do Armandito nasce um espaço comunitário de relações solidárias. Começou por ser um trabalho de final de licenciatura, mas acabou por se alargar a um projeto mais amplo e fomentador de relações e raízes na comunidade: em Antanhol, Marta Costa, aluna finalista do curso de Animação Sócio Educativa da Escola Superior de Educação de Coimbra (ESEC), concebeu e consegui concretizar uma “quinta comunitária” a oferecer, para já, parcelas de horta para cultivo das famílias e uma loja solidária onde se trocam bens e serviços.

Ao DIÁRIO AS BEIRAS, a jovem, satisfeita com o rumo que o projeto leva e a adesão que está a conseguir, junto da população e de entidades como a Cáritas, destaca a necessidade de criar “redes solidárias” que consigam gerar novas soluções para as famílias, nomeadamente as que têm menos recursos.

Versão completa na edição impressa

4 Comments

  1. Anónimo says:

    Esperemos então que seja mesmo um espaço comunitário que possa vir a ajudar as pessoas dos arredores e não só. Que não ser apenas mais "uma notícia no jornal".

    Um bem haja

  2. isto é uma vergonha…. como é que passam uma noticia assim, esta menina que pague é o que deve……

  3. ENTÃO ONDE É QUE ESTÁ A QUINTA QUE VINHA "FINTAR" A CRISE !!! CAMBADA DE ANORMAIS!!!! SÓ DÍVIDAS É O QUE ELES FAZEM E ENGANAM OS OUTROS

  4. MARTA COSTA!!!!! ENFIM SÓ ALDRABAM OS POBRES!!! TENHAM VERGONHA

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*