Reforço da formação em estudo para combater desemprego jovem

Posted by

DR

O reforço da formação e dos estágios e a promoção do emprego nas PME são políticas que estão a ser estudadas para combater o desemprego dos jovens, disse esta quarta-feira (1) o secretário de Estado dos Assuntos Europeus.

Miguel Morais Leitão, que falava à imprensa no Parlamento, escusou-se a avançar medidas concretas, sublinhando que o grupo de trabalho, criado na sequência da proposta da Comissão Europeia, “reunirá pela primeira vez em fevereiro” e apresentará as suas propostas “em abril”.

O secretário de Estado adiantou, no entanto, que “as várias matérias que estão a ser estudadas têm a ver com o reforço da formação, o reforço do estágio, a promoção do emprego nas PME (pequenas e médias empresas)”.

O combate ao desemprego, que em Portugal subiu para 13,6 por cento em dezembro de 2011 e afeta mais de um quarto dos jovens, foi uma das questões mais focadas pelos deputados da comissão parlamentar dos Assuntos Europeus na audição do secretário de Estado sobre o conselho europeu de 30 de janeiro.

O deputado socialista Pedro Silva Pereira questionou nomeadamente o governante acerca da suficiência dos fundos associados à política de crescimento e emprego da Comissão Europeia, 82 milhões de euros para dois anos provenientes de fundos não utilizados porque nenhum Estado membro quis contribuir.

Na resposta, Morais Leitão admitiu que “seria importante dispor de mais fundos”, mas considerou natural a ausência de participação dos países “dada a atual situação em que todos têm de pôr as contas públicas em ordem”.

O secretário de Estado considerou que apesar disso o montante “é significativo”, não sendo contudo de esperar que “resolva tudo”, na medida em que “o desemprego resolve-se com o crescimento da economia”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*