PSP deteve homem por furto em residência e posse de arma proibida em Coimbra

DR

Um homem de 37 anos foi detido por posse de uma arma proibida, em Coimbra, quando já era suspeito da autoria de um crime de furto qualificado numa residência da cidade, anunciou ontem (terça-feira, 27) a PSP.

Numa primeira fase, o homem, residente na cidade, foi identificado por ter assaltado uma habitação “pelo método de arrombamento”, segundo uma nota do Comando Distrital daquela polícia.

A PSP conseguiu “proceder à recuperação da totalidade dos bens furtados da residência”, como artigos de ourivesaria, dois televisores, um computador portátil e um equipamento audiovisual, “no valor de alguns milhares de euros”, que estavam guardados no interior da garagem da sua casa.

O suspeito foi constituído arguido, tendo-lhe sido aplicado o termo de identidade e residência, enquanto os artigos furtados foram depois “entregues à legítima proprietária”, refere o mesmo comunicado.

A PSP efetuou também uma busca à viatura do arguido, na qual foi encontrada uma arma de choques elétricos e lançamento de gás, o que levou à sua detenção por posse de arma proibida da classe A.

Julgado no dia seguinte em processo sumário, no Tribunal Judicial de Coimbra, o juiz aplicou-lhe uma injunção, que se traduz na obrigação de entregar 200 euros a uma instituição de solidariedade social da cidade e na prestação de 50 horas de trabalho comunitário.

6 Comments

  1. E é assim que querem que são punidos! Realmente o crime compensa.

  2. como faz falta o hiteler nestes e outros casos….e comboios desaparecidos….

  3. Com estas sançoes aplicadas, diria que vale a pena arriscar…

  4. incrivel o que se ve e lê…..

    nao acreditem em tudo o que se lê…

  5. Assim vale apena ser ladraoo roubar milheres e pagar 200 euros.
    Depois veem dizer sao doentes e nao cumprem nada.
    Sinceramente….que justiça esta??'

  6. que justiça!
    vale a pena roubar.
    este juiz nao foi roubado nunca,logo se v~e

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*