Comerciantes desesperam com a morte lenta do Mercado D. Pedro V

Posted by

Foto Luís Carregã

A escada rolante avariou a 6 de dezembro. O elevador, ali ao lado, não funciona há oito meses. No mercado municipal, para subir ao primeiro andar só mesmo a pé. Está visto que a revolta dos comerciantes não se vai calar.

A princípio, porém, os vendedores de roupa, de carne, de frutas e legumes, de queijos e de flores não parecem muito entusiasmadas para reclamar. Mas rapidamente lhes passa a vergonha.

Alberto Henriques é o primeiro a dizer o que lhe vai na alma. “Não se entende como é que isto continua avariado e o pior é que ninguém sabe quando é que vêm consertar”, desabafa, para logo acrescentar: “Incrível é que, ali no peixe, continuam duas escadas rolantes a trabalhar e a gastar energia para levar a lado nenhum”. É verdade. Dantes serviam um varandim onde funcionavam lojas de roupa, mas estas mudaram-se para o piso 1…

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*