“Solitário” nega autoria do assalto à agência CGD de Santa Clara

Posted by

Foto Luís Carregã

O arguido A. S. desmentiu ontem que tivesse sido o autor do assalto na manhã de 20 de abril de 2010 à dependência de Santa Clara da Caixa Geral de Depósitos (CGD).

Ouvido ontem em tribunal, o presumível “solitário”, como ficou conhecido na altura, disse que estava com medo da decisão a tomar pelo coletivo.

Isto porque “sempre assumi os meus atos e, neste caso, não posso assumir uma coisa que não fiz”. Como tal, A. S. sente-se injustiçado, tendo no final pedido apenas aos juízes para decidirem “em consciência”.

Esta versão contradiz as declarações de funcionárias da instituição e da inpetora da PJ, ontem ouvidos no tribunal.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*