“Não há recuo” sobre a meia hora mas Governo continua “disponível para alternativas”

Álvaro Santos Pereira

O ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, recusou esta sexta-feira (13) a ideia de um recuo na proposta do Governo sobre o aumento da meia hora diária de trabalho, sublinhando estar “disponível para encontrar possíveis alternativas“.

Questionado sobre as recentes declarações de patrões e sindicatos sobre o tema, à margem da apresentação dos resultados do programa de promoção da cortiça InterCork, em Santa Maria da Feira, o ministro respondeu: “não há recuo nenhum. Nós sempre dissemos que, na questão do aumento excecional do horário de trabalho, estávamos disponíveis para encontrar possíveis alternativas, portanto não há recuo nenhum”.

O governante não quis alongar-se nas declarações, mas garantiu que “o Governo continua muitíssimo empenhado em chegar a um acordo” em sede de concertação social, sublinhando que “é importantíssimo não adiar mais as medidas laborais da ‘troika'”. “Temos que avançar”, afirmou o ministro. “É muito importante continuarmos o diálogo social, tudo faremos para o fazer e fico-me por aqui”.

Quanto a alternativas para as mudanças a considerar na reunião de segunda-feira, Álvaro Santos Pereira também não se alongou: “Desafiámos os parceiros sociais há cerca de dois meses a encontrarem alternativas à descida da Taxa Social Única – e foi só isso que dissemos”, concluiu o governante, não esclarecendo se o Executivo já tem propostas dos parceiros sociais que compensem uma eventual retirada da proposta de aumento de meia hora do horário diário de trabalho.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*