Mãe de bebé que nasceu sem pé entrega queixa em tribunal contra obstetra

Posted by

DR

A mãe do bebé que nasceu sem um no Hospital da Covilhã, no dia 1 de janeiro, apresentou uma queixa no tribunal daquela cidade contra a obstetra que a acompanhou, revelou esta quinta-feira (19) a advogada da queixosa.

Na participação entregue na terça-feira (17), Elisabete Domingos acusa a médica de omissão grosseira, por não ter detetado a falta de um membro nas ecografias realizadas durante a gravidez.

Segundo a advogada Carla Duarte, os relatórios médicos que acompanharam as ecografias indicavam que “não havia qualquer anomalia anatómica”, mas o bebé acabaria por nascer sem pé. Por outro lado, as ecografias, imagens de vídeo em tempo real, foram captadas com um dos aparelhos mais modernos da classe, acrescentou.

A mãe espera que o Ministério Público deduza acusação e, caso isso aconteça, além do apuramento das responsabilidades criminais avançará também com pedidos de responsabilização civil que deverão incluir indemnizações. Os valores em causa ainda não foram avaliados, disse Carla Duarte, que destacou o “caráter sensível” do problema, “com repercussões para toda a vida”.

Ainda no âmbito da responsabilidade civil, admitiu que venha a ser pedido ao Centro Hospitalar da Cova da Beira (CHCB) que se comprometa com o acompanhamento médico futuro do recém-nascido, nomeadamente ao nível da colocação de próteses. Entretanto, no CHCB continua a decorrer um inquérito interno sobre o caso, disse fonte hospitalar à agência Lusa.

Para segunda-feira estará marcada a audição da mãe da criança, enquanto outros familiares que a acompanharam nas ecografias deverão ser ouvidos no âmbito do mesmo inquérito no dia seguinte.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*