Santiago Ribeiro integra em janeiro exposição de surrealismo em Moscovo

Posted by

O pintor conimbricense Santiago Ribeiro é o único português a participar numa exposição surrealista em Moscovo, no Museu Central de História Contemporânea da Rússia, agendada para finais de janeiro, com meia centena de artistas de vários países.

Santiago Ribeiro irá apresentar duas obras – Produção em Massa” e “Moinho de Fruta” –, sendo a quarta vez que as expõe em Moscovo, desta vez no 1º Festival Internacional de Arte Contemporânea Rússia-Estados Unidos-Europa, entre 26 e 29 de janeiro.

57 Comments

  1. ribeirinho says:

    que granda pastelão o que se passa na rússia …. o que tem haver isto com surrealismo, uma participação que é paga como esta do "único português", imposta à custa de dinheiro? … e claro que é o único (felizmente para todos) particpante portuguÊs, pois os restantes portugueses criadores e partilhantes da ideologia surrealista (fora de estéticas, o que este senhor apregoa hoje aos 4 ventos), participam por convite. é o que está acontecendo HOJE no Chile e nos EUA, onde os portugueses são convidados (sem qualquer participação económica) pelo próprio movimento surrealista (único, entenda-se sem preocupações estéticas). este senhor não consta, porque não conhece, porque não entende … é o "único português" ….

  2. Luís Machado says:

    correndo o risco de ter interpretado mal o comentário pastelão, anteriormente escrito, desta empada, e cuja compreensão se torna quase impossível, tal a forma como está redigido, passo a esclarecer que o Santiago Ribeiro, participa como convidado na exposição em Moscovo, sem necessidade de pagar o que quer que seja…

  3. ribeirinho says:

    obrigado pela gentileza do esclarecimento. o anúncio "realismo, surrealismo, avant-garde, impressionismo, arte abstrata, pós-modernismo, primitivismo" é um PASTELÃO mais que evidente … quanto ao resto … não percebe porque não entende …

  4. De facto há certas "EMPADAS" que não têm mais nada que fazer. A dor de cotovelo calha a muita gente e parece que esta é uma delas!!
    Não tem qualquer conhecimento sobre arte porque é um ignorante, nem tem formação nem estudou!
    Estas "EMPADAS" andam a usar o nome de surrealistas como Cruzeiro Seixas ou Isabel Meyrelles sem o seu consentimento.

    • Sem o consentimento de Isabel Meyrelles é mentira! Ele tem o consentimento dela!
      Eu testumunho! Vocês são uma tristeza!
      Quanto aos ignorantes, sem formação nem estudos, é de morrer a rir, saindo de um país que vendeu a língua!

      • Ele quem? a que personagem se refere caro senhor?
        Pois a mim foi-me dito pessoalmente pela Isabel Meyrelles que vocês andam a usar o nome dela sem consentimento.
        Só posso dar a V. Excª o adjectivo de boçal!!!!
        Paula, Lisboa

        • A Paula
          Nanda ,não é um caro senhor!
          A Isabel Metrelles é uma senhora com dignidade, sem interesses de 5.a categoria, não mente e é uma amiga pessoal de ha muitos anos, que eu estimo profundamente.
          Quanto a boçal, vejo bem o adjectivo pendurado no seu nariz!!!!
          Nanda, Paris (mas lisboeta de sempre)

          • Boçal fica-lhe mesmo a matar e se é sua amiga pessoal então pergunte-lhe por que razão me disse QUE VOCÊ ANDA A USAR O NOME DE TODA A GENTE

          • Retiro imediatamente tudo o que escrevi em relação a si Srª Nanda dado me aperceber em comentários feitos por si mais abaixo de que estamos do mesmo lado.
            Sou uma admiradora do artista Santiago Ribeiro

  5. João Luís Machado says:

    Caro Sr
    Parece que tem um problema do forum psiquiátrico que terá de resolver sozinho.
    De facto o senhor não passa de um PASTEL mal cozido e invejoso sem qualquer voto na matéria.
    Escreva para a Russia e faça uma declaração contestatária do surrealismo Russo, pode ser que obtenha uma resposta conclusiva.

  6. Ignorantes!
    Cara srª Paula e caro sr. João
    Algum de vocês sabe ou entende o que é o surrealismo? Falem do que sabem, não do que não sabem nem nunca vão saber!
    Quanto a esse sr. que vai expor na Rússia como único Português, na verdade não é o único, quer dizer é o único a participar, mas sei de outros que foram convidados mas não quiseram participar, visto não ter nada a ver com surrealismo.
    Bem, vale mais parar por aqui, não vá o pastelão fazer mulherzinhas a sair de EMPADAS

  7. Maria Fernanda says:

    Não conheço nenhum destes senhores mas já ouvi falar deste artistas em terras bem distantes.
    Acho ser uma honra para o nosso país ser representado por um artísta assim!
    Maria Fernanda, Sidney, Austrália.

  8. Pedro Ramon says:

    Cómo estás amigo Santiago, me siento muy feliz al saber que está en Moscú.
    Esperanza eres tú aquí en Granada, España también, muy orgulloso!!!!!

  9. António Gonçalves says:

    De facto já me tinham falado destes fanáticos do surrealismo mas atacarem um artista desta qualidade é de uma baixeza total.
    António, Condeixa-a-Nova

  10. Concordo plenamente consigo Sr António Gonçalves.
    Conheço bem a obra do Santiago e sou uma admiradora sua mas tudo isto parece doentio. Tenho reparado que este indíviduo anda a escrever em tudo quanto é sítio acerca do Santiago que pelos vistos o incomóda imenso!

  11. Bruno Lombardi says:

    santiago ciao vedo che si stanno avendo successo nella tua pittura!
    Quando torni in Italia a Firenze

  12. Мы очень ценим здесь, в России сюрреализм сантьяго

  13. Кажется, что они плохо говорить о нас, здесь и здесь плохое обращение с нашим другом Сантьяго

  14. Hello my friend Santiago.
    Congratulations

  15. Joaquim Santos says:

    que pouca vergonha, a arte devia ser um contexto para a paz e aqui vejo uma certa inclinação doentia para os critérios do que é e deixa de ser o surrealismo.
    A pintura presente nesta foto é sem qualquer dúvida de teor surrealista, o sonho e liberdade são o cerne desta corrente ideológica ligada às vertentes "Dalianas" e "Bretonianas". Desde os primórdios da sua existência que esta corrente se subdividiu em grupos que se agrediam mutuamente expulsando-se uns aos outros e aclamando-se eles próprios do direito de representação ideológica deste movimento. Criaram-se grupos e logo de seguida anti-grupos. Passam o tempo guerreando-se entre si. Pela informação que tenho recolhido o surrealismo do século XXI é um movimento aberto sem intenções sectárias, respeito mutuo pelas diferentes ideias e pensamentos. Ninguém é dono de nada nem instaura regras seja no que for, logo que isso aconteça passa a um sistema de ideologia unica, ou seja a um dogmatismo.
    Joaquim Santos Ferreira, FLUC

    • A minha alma deixou de estar constrangida!!! Obrigada Joaquim Santos Ferreira! Assim penso também!

      • Deixe de ser irónico caro Senhor.
        Passa a vida a escrever como anónimo porque é um boçal cobarde que não tem mais nada que fazer.

        • e Paula não é "anónimo, boçal, cobarde, não tendo mais nada que fazer?
          Santiago Ribeiro é um excelente artista, apreciado e bem educado…extraordinário não é?

          • Peço imensa desculpa pois estamos do mesmo lado cara Srª Nanda
            Foi de facto um grande equívoco esta troca de comentários que até se tornou absurdo pois pensei que se tratavam de anónimos com os seus comentários impróprios.
            Eu sou uma admiradora do artista Santiago Ribeiro.
            Daqui lhe envio um beijinho e novamente a minhas desculpas respeitosamente.
            Paula

  16. Defunto Impertinente says:

    Narciso Arrogante! É como qualificativo o senhor visado e que se diz surrealista. Perguntem-lhe como é que pagou a participação em Florença? Que chantagens faz aos colegas? E como fala mal deles nas costas? Perguntem-lhe também como paga os favores aos jornalistas amigos? Mercantilismo não é surrealismo.

  17. Fraancisco says:

    Que carrada de invejosos anónimos que descarregam a sua fustração num bom artista.
    Como não conseguem nada passam a vida a entreter-se com comentários de ralé.
    Não sei como foi a participação em Florença mas que o trabalho dele é bom é!!!!
    E qual é o seu problema caro Sr?
    Francisco Moreira, Anadia.

  18. Maria Augusta says:

    Eu conheço bem o Zé Manel, ou seja o Santiago, e ele não é nada do que este individuo em cima diz. Antes pelo contrário ele tem é promovido outros colegas a troco de nada e que o vão trair em seguida. Eu própria já o avisei para fazer o seu trabalho e esquecer os outros que se aproveitam dele.
    Isto aqui não passa de meia dúzia de invejosos sem qualquer referência.

  19. É preciso descaramento e aliás está-se mesmo a ver quem escreve estes comentários do meu amigo. És tu PP que continuas a mostrar o teu fraco nível!!!!!!
    Deves estar mordido de inveja mas é bem feito porque estavas a aproveitar-te dele e ele só fez senão bem dar-te o fora

    • Ora bem, então é um tiste tipo, que eu nunca ouvi falar, que ousa espalhar o fel por aqui. Bom…nesse caso , desinteresso-me disto; AINDA POR CIMA VEJO QUE O INSULTO ABUNDA POR AQUI, poque é gratuito, claro!

  20. Na verdade isto é o "surrealismo" no seu melhor, um pequeno grupo de fanáticos embebidos entre si com almas pedantes. Como me diverte vê-los assim a dar tanta importância a quem lhes faz comichão, devem estar a bufar de raiva ah ah!

  21. Carlos Duro says:

    Deparei-me com este insólito discurso de anónimos que se proclamam detentores da palavra surrealismo por mero acaso e posso dizer que revelam sem qualquer dúvida uma anormal histeria que deve ser tratada com medicação apropriada, pois não vai lá apenas com acompanhamento psiquiátrico.

  22. Pedro Prata says:

    Telefonaram-me à pouco a dizer que estava um comentário aqui, no qual poderia estar mencionado o meu nome.
    Só te quero dizer uma coisa. Tem cuidado com os teus comentários, pois podem sair-te um pouco caros!
    Olha João, nunca me aproveitei do Santiago, não nego e nunca neguei que foi ele que me influenciou a entrar numa carreira artística. Também deves saber e o próprio Santiago, em tudo o que o ajudei.

  23. Pedro Prata says:

    Agradeço que não se volte a mencionar o meu nome em qualquer comentário.

  24. Cont.
    Não invejo o Santiago e não invejo qualquer artista. Não é dos meus precipícios esse tipo de atitudes. Ele pinta o que pinta e eu pinto o que pinto. Obras distintas!
    Nada tenho a ver com este tipo de comentários e gostaria de não voltar a ver o meu nome mencionado. Já agora podes ver os meus trabalhos em http://surrealismo.weebly.com/

  25. Já agora vejam a INVEJA que tenho, aqui mencionada por Sr. João
    Site de divulgação de artistas, muitos dos quais não conheço pessoalmente. http://artistasportugueses.weebly.com/

  26. Aqui está novamente este "surrealista" de trazer por casa que por acaso foi informado muito rapidamente por telefone de que o seu nome estava aqui mencionado, mas que grande coincidência!!??

  27. José João, Lousã says:

    Este individuo nem sabe escrever tal e qual o anónimo ah ah

  28. como me diverte ver estes trastes do "surrealismo de trazer por casa" todos raivosos não é José João e ainda se identificam ah ah ah

  29. Sem dúvida que se corroem por dentro agarrados com unhas e dentes ao surrealismo deles, mas só deles!!!!

  30. zé carlos says:

    quem é o PP afinal…? é o "defunto impertinente", esse analfabeto? pelos vistos continuamos com o bom velho surrealismo do insulto, da difamação, das depurações á boa maneira estalinista, "os que são" e "os que não são"…

  31. ribeirinho says:

    Zé Manel! não te esqueças de tirar uma foto com um urinol numa mão bebendo cerveja ao lado do curador, ou um tubo d'ensaio na outra mão com licor branco enriquecido de proteínas, com ou sem os góticos, tanto faz …

  32. Defunto Impertinente says:

    Prisioneiros de gotas de água, somos apenas perpétuos animais. Percorremos cidades silenciosas e os animais já não nos tocam. Qual é a vantagem destas grandes adaptações frágeis de entusiasmo, deste cansados saltos de alegria? Já não conhecemos nada, senão as estrelas mortas, contemplamos os seus rostos, e arfamos de prazer.

  33. este "surrealista" de trazer por casa mostra como é mal formado em todos os sentidos e ainda vem para aqui como defensor do surrealismo. Aqui se vê como são estes emplastros sem qualquer formação.
    E querem vocês serem os representantes das ideologias lá desses tais surrealistas que devem a estar a dar uma volta na tumba só pelo facto de mencionarem tal palavra.
    Não vale nada…. percebe? e já agora um beijinho surrealista com a ponta do urinol ou prefere com o tubo de ensaio revirando para a traseira?

  34. ah ah como estão embebidos na raiva estes "representantes do surrealismo".
    Isto diverte imenso ver ah ah

  35. José Taveira says:

    Eu já sei quem é o senhor que se refere aqui como "ribeirinho" e posso dizer que não vai sair impune desta sujeira toda!
    Comece a olhar para trás do caminho que fará no futuro caro senhor.

  36. João Santos says:

    Aqui se vê que estes surrealistas, como se proclamam, nada valem e só pretendem deitar a baixo pessoas com valor.
    Isto devia ser comigo que eu dizia-lhes como era a resposta adequada!!!!!
    Meu nome é João Gomes dos Santos, sou de Coimbra e estou à disposição de qualquer um destes srs.
    Estou todos os dias na Praça da Republica ou no Forum Coimbra, façam favor dirijam-se ao meu encontro que terei todo o prazer em vos responder pessoalmente sobre o meu amigo ZÉ MANEL.

  37. Já agora estes "defensores do surrealismo" são tão bons que até riscaram com uma caneta a pintura do Santiago na exposição Surrealism Now organizada pela Fundação Bissaya Barreto em 2010 no quartel Santa Anna em Coimbra

  38. João Santos says:

    E rectifico aqui "EU SEI QUEM SÃO ESTES SENHORES" e não este senhor do "ribeirinho".
    Todos eles vão levar a resposta adequada mais tarde ao mais cedo.
    E essa de riscar o quadro terá uma resposta muito especial da minha parte.
    Cá vos espero com "cortesia surrealista", de qualquer maneira senão aparecerem eu vou ao vosso encontro podem "relaxar" quanto a isso.
    Anseio por vos dar um "cumprimento surrealista" muito em breve!
    João Santos, Coimbra

  39. ribeirinho says:

    Zé Manel, telefonas-me a pedir para vir aqui defender-te e dizer mal quando afinal falam os nossos amigos uns contra os outros, mesmo a teu favor. Já não sei quem é quem. Defende-te tu se quiseres e não me peças mais, pois a notícia do Diario das Beiras diz é bem de ti. Grande confusão para aqui vai. Depois falamos melhor, vou ao Napolitano e digo-te algo para nos encontrar. Um abração

  40. João Santos says:

    Sr "ribeirinho" deixe de se preocupar com a sua "defesa" que eu vou à sua procura para lhe dar um belo "cumprimento surrealista" e quando isso acontecer acredite que vou convencê-lo com uma "cortesia surrealista" a deixar de escrever onde quer que seja sobre o meu grande amigo ZÉ MANEL!
    Pode ter a certeza disso caro "ribeirinho". Nem imagina a vontade que tenho de lhe dar um abraço"surrealista".
    Quanto ao meu amigo ZÉ MANEL só o facto de o Sr pronunciar o seu nome me dá uma "azia surrealista", pois fique sabendo que com os meus amigos o Sr não brinca.
    Até muito em breve caro "ribeirinho", pois irei dar-lhe um ar "fresco de surrealismo", pode ficar "descansado" em relação a isso!!!!!

  41. Este individuo é de facto uma coisa que faz sentir desprezo!
    Como é possível existir alguém tão falso e mentiroso, agora age com calúnias sobre o Santiago como se fosse amigo dele não fossemos esquecer os comentários feitos por este sr ribeirinho desde o início.

  42. ah ah ah ah este tipo chega mesmo ao ridículo!!!!
    Que mais irá inventar para se livrar disto ah ah….
    Parece que todos nós já sabemos quem ele é e a sua comitiva de conselheiros!!
    Isto aqui é mesmo divertido ah ah ah ah ah

  43. Este ribeirinho é mesmo da pior espécie, mas que ignorante manhoso!!!!

  44. Zé Carlos says:

    ó ribeirinho, então voltaste pró buraco donde nunca devias ter saído…?

  45. Zé Carlos says:

    óh ribeirinho, a tua estratégia é mesmo das boas…granda burro….achas que se fosses mesmo amigo do Zé Manel ias publicamente denunciar as tácticas secretas combinadas entre vós…? até dá vontade de rir, meu ignorante mal formado…

  46. Susana Taborda says:

    A obra de Santiago Ribeiro é de uma enorme originalidade e revela uma criatividade impar. A paleta da cor é forte e sempre renovada. A temática eleva-se para além do real, apostando fortemente num onírico inimitável. Ele é um novo génio da pintura portuguesa, tem algo de Jerónimo Bosh, mas apenas na paleta de cores que prefere. Envio-lhe um abraço na Arte desta cidade do Porto. Susana Taborda

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*